ASSINE

Coronavac: Vitória vai exigir comprovante de residência ou da 1ª dose do município

Em Vila Velha  há uma lista dos que podem ser vacinados com a segunda dose; na Serra,  as unidades de saúde vão fazer a busca ativa dos que tomaram a primeira dose;  Em Cariacica e Viana será possível agendar ou ir à unidade de saúde

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 19/05/2021 às 18h15
Covid-19 no ES
ES recebe remessa de lotes da Coronavac . Crédito: Divulgação | Latam

Prefeitura de Vitória está pedindo comprovante de aplicação da Coronavac ou de residência para realizar a imunização da segunda dose. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde da Capital, a medida foi adotada nesta quarta-feira (19), após entendimento junto ao Ministério Público Estadual (MPES), frente à escassez da vacina do Butantan contra a Covid-19.

Com as novas regras, terão acesso à segunda dose (D2) da Coronavac aqueles que se vacinaram em Vitória, mas vão ter que apresentar o comprovante de vacinação. Neste caso, não importa a cidade onde a pessoa mora, desde que possua o cartão informando que a aplicação da primeira dose (D1) ocorreu na Capital.

Já os moradores de Vitória que porventura tenham tomado a primeira dose da Coronavac em outra cidade, estes terão que apresentar um comprovante de que residem em Vitória, e assim terão acesso a D2 do imunizante do Butantan nos postos de vacinação contra a Covid-19 na Capital.

As pessoas que residem em outras cidades e que não tomaram a primeira dose da Coronavac em Vitória não vão conseguir ter acesso à segunda dose do imunizante na Capital.

A Secretaria de Saúde de Vitória (Semus) explica que a medida decorre da escassez da vacina Coronavac e que o município busca garantir a vacina a quem tomou a primeira dose em Vitória, ou aos que na Capital residem, uma vez que o quantitativo recebido é proporcional à população.

Estas regras só valem, segundo nota da Semus, para a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac.

DIFICULDADES PARA AGENDAR A SEGUNDA DOSE

Na manhã desta quarta-feira, várias pessoas encontraram dificuldades para agendar a aplicação da segunda dose da Coronavac. Uma delas foi a Jhessyk Cardoso, que é uma profissional da saúde. Ela é moradora de Cariacica, mas tomou a primeira dose em Vitória.

“Fiz o agendamento para sexta-feira (21). Ao finalizar o procedimento foi informado que teria que apresentar o comprovante de residência e fiquei preocupada. Tomei a primeira dose em 27 de abril”, relatou. No caso de Jhessyk, ela terá que apresentar o comprovante de aplicação da primeira dose, que ocorreu em Vitória.

Já Antonio Ricardo Galletta, morador de Vila Velha, tomou a primeira dose da Coronavac na Serra, na unidade de saúde de Planalto Serrano, há 48 dias. Até o momento ele não conseguiu fazer o agendamento em nenhum dos dois municípios.

“Liguei para a unidade de saúde da Serra e informaram que somente os moradores do bairro receberiam a segunda dose. Em Vila Velha, a cidade criou uma lista e quem está fora dela precisa enviar um e-mail, o que fiz. Mas até agora não recebi uma resposta. A situação é preocupante”, destaca Galetta.

Segundo a Secretaria de Saúde da Serra (Sesa), as unidades de saúde vão entrar em contato com todas as pessoas que tomaram a primeira dose no município, convidando para a aplicação da D2, mas que isto ocorrerá à medida que a cidade receber doses do imunizante.

CONFIRA O QUE É EXIGIDO EM CADA CIDADE DA GRANDE VITÓRIA

VITÓRIA

Na Capital, para receber a aplicação da segunda dose da vacina Coronavac, será necessário apresentar comprovante de residência em Vitória ou o comprovante de que recebeu a primeira dose da vacina na Capital.

A Capital recebeu um total de 11.150 doses da Coronavac nesta terça-feira (18). Com esse lote, a Semus vai concluir a vacinação das pessoas que colocaram o nome na lista de espera nas unidades de saúde até o dia 11 de maio e avançará na imunização com a aplicação em idosos com 65 anos ou mais e trabalhadores da saúde que receberam a primeira dose até o dia 8 de abril.

Nesta quarta (19), foram disponibilizadas 6 mil doses, sendo 5.200 para idosos com 65 anos ou mais e 800 doses para trabalhadores da saúde. A marcação pode ser feita por meio do site da Prefeitura de Vitória. Basta acessar o link https://agendamento.vitoria.es.gov.br ou o aplicativo Vitória Online.

VILA VELHA

O município não exige comprovante de residência. A prefeitura divulgou uma lista das pessoas que serão contempladas com a segunda dose da Coronavac até a sexta-feira (21). São pessoas que receberam a primeira dose entre os dias 28 de março a 1º de abril. Não haverá convocação por meio de ligações telefônicas. As pessoas com nome na lista deverão comparecer ao local de vacinação no dia e hora anunciado, portando documento com foto e comprovante da primeira dose.

Os moradores de Vila Velha que tomaram a primeira dose da Coronavac entre os dias 20 e 01/04 e não tiverem seu nome listado, deverão encaminhar e-mail com o comprovante para [email protected]

No município, mais de 15 mil pessoas aguardam para tomar a segunda dose da Coronavac, com o último repasse realizado pelo Ministério da Saúde, a expectativa é que 6 mil pessoas sejam imunizadas até o próximo sábado (22). As imunizações começaram nesta terça-feira (18).

CARIACICA

A Secretaria Municipal de Saúde de Cariacica (Semus) informa que não é necessário levar um comprovante de residência para receber a 2ª dose da Coronavac. Novos agendamentos para a D2 foram abertos nesta quarta-feira (19) para pessoas com 65 anos ou mais que tomaram a primeira dose até o dia 8 de abril. O agendamento será pelo site vacina.cariacica.es.gov.br.

Para esta etapa da vacinação a Semus recebeu 8.900 doses. Após agendadas, elas começarão a ser aplicadas na população na quinta-feira (20) e em mutirão no próximo sábado (22) nas unidades básicas de saúde (UBS) de Santa Bárbara, Jardim Botânico, Nova Rosa da Penha 2, Rio Marinho, Campo Verde, Santa Fé e Flexal, além de faculdade Multivix e Colégio Lusíadas, em Campo Grande, e no Sesi de Porto de Santana.

Na próxima sexta-feira (21), às 14 horas, também serão abertas novas vagas para a primeira dose da vacina AstraZeneca para pessoas com 60 anos ou mais e pessoas com comorbidades com 40 anos ou mais, além de puérperas, pessoas com deficiência permanente com cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), pacientes renais crônicos, pessoas com obesidade (IMC maior ou igual a 40), pessoas com síndrome de down ou deficiência intelectual com 18 anos ou mais.

Também na próxima sexta (21), às 14 horas, será aberto novo agendamento da primeira dose da vacina da Pfizer para gestantes.

VIANA

O município recebeu nesta terça-feira (18), 1.640 doses da Coronavac para a vacinação de D2 de idosos com 60 anos ou mais e 495 do imunizante Astrazeneca, destinadas aos demais públicos prioritários.

A vacinação dos idosos acontece de forma domiciliar e não há necessidade de agendamento on-line. Nesta quarta-feira (19) e quinta-feira (20), a vacinação com a Dose 2 será no bairro Araçatiba.

Para o grupo de comorbidades, a imunização acontece nos bairros de Araçatiba; Ipanema; Industrial; Jucu; Marcílio de NoronhaI; Nova Bethânia I; Nova Bethânia II; Primavera; Universal; Viana Sede e Vila Bethânia.

SERRA

De acordo com a Secretaria de Saúde da Serra (Sesa), a vacinação da segunda dose da Coronavac está sendo realizada por meio de busca ativa e também de cadastro realizado nas unidades de saúde com pessoas que tomaram a primeira dose no município, priorizando os idosos que estão com maior tempo de intervalo da primeira dose.

De acordo com a Lei 8080/90, que prevê a universalização do SUS, não há pedido de comprovante de residência para qualquer atendimento nas unidades de saúde da Serra.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Grande Vitória Vacinas contra a Covid-19

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.