ASSINE

Audi e-tron GT começa a ser vendido em abril no Brasil

Esportivo elétrico chega ao país com esquema de vendas ambicioso da montadora alemã, que ampliará de 14 para 21 concessionárias da linha, incluindo Vitória

Publicado em 26/03/2021 às 18h03
Atualizado em 26/03/2021 às 18h03
Audi e-Tron GT 2021
O e-tron GT é o primeiro veículo totalmente elétrico da Audi produzido na Alemanha e terá pegada zero de carbono. Crédito: Audi/Divulgação

Lançado no mês passado pela Audi, o e-Tron GT começará a ser vendido no Brasil a partir do final de abril. O preço ainda não foi confirmado pela montadora, que será apenas revelado no evento de pré-lançamento que acontece no mês que vem. Enquanto isso, a Audi já iniciou uma estratégia para aumentar os pontos de vendas do esportivo elétrico no país, saindo de 14 para 21 concessionárias da linha, além de parcerias para aumentar a quantidade de carregadores pelo país, que deve saltar de 70 para 100.

Enquanto o esportivo não chega em terras brasileiras, a Audi fez uma coletiva para apresentar o modelo à imprensa especializada, com um time de peso para falar das características do carro. Um dos porta-vozes foi o piloto brasileiro Lucas di Grassi, que participou do desenvolvimento do modelo e teve a oportunidade de dirigir o Audi e-Tron GT sob várias condições diferentes.

10 a 15 minutos

É o tempo que leva o Audi e-Tron GT para carregar o equivalente a 200 Km

Grassi, que é piloto de Fórmula E pela equipe Audi Sport ABT Schaeffler, teceu elogios ao carro, afirmando que é um dos modelos mais completos feitos pela Audi. “As tecnologias usadas na Fórmula E foram transferidas para um carro de passeio e fiquei muito impressionado com a capacidade de comportamento do carro em diversos ambientes, como neve, calor, e ainda ter um espaço interno que comporte minha família inteira”, disse.

Outro detalhe bastante elogiado pelo piloto brasileiro foi o freio regenerativo, que ajuda a economizar pastilha e a energia do veículo. “A capacidade regenerativa do e-Tron GT é alta e isso quer dizer que ele dá uma capacidade de carga mais rápida. Cerca de 10 a 15 minutos são suficientes para poder percorrer 200 Km com o carro”, observou.

Com um motor do tamanho de uma caixa de sapatos e pesando menos de 18 Kg, o e-Tron GT possui um centro de gravidade muito baixo, o que garante melhor dirigibilidade e aproveitamento da aceleração nas quatro rodas. “Assim como um carro de Fórmula E. Mas uma diferença fica por conta da direção ativa nas quatro rodas, o que aumenta a estabilidade do carro nas curvas. A sua aceleração é igual a de um carro de corrida e vai atender vários grupos de consumidores: ele tem espaço interno, segurança e performance”, complementou Grassi.

PERSONALIZAÇÃO MÁXIMA

O presidente e CEO da Audi do Brasil, Johannes Roscheck, disse que o e-Tron GT possibilitará a personalização máxima para seus futuros compradores. A Audi tem investido pesado nos eletrificados e em fevereiro de 2020 anunciou investimento de R$ 10 milhões em infraestrutura de recarga de veículos elétricos, que contempla a instalação de até 200 pontos até 2022. Do total, 70 pontos já foram instalados e outros 28 serão implantados em breve em 14 shoppings da rede Iguatemi no Brasil.

Lucas di Grassi, Audi Sport ABT Schaefflerâ. Formula E driver.
O piloto brasileiro Lucas di Grassi participou do desenvolvimento do modelo e teve a oportunidade de dirigir o Audi e-Tron GT sob várias condições diferentes. Crédito: Audi/Divulgação

Além da infraestrutura oferecida pela Audi do Brasil, a empresa ainda se aliou à EDP, Porsche e Volkswagen para instalar estações de recarga ultra rápida em estradas e rodovias pelo território brasileiro.

A rede de concessionárias também está se estruturando para a chegada dos novos modelos 100% elétricos. A Audi do Brasil está ampliando de 14 para 21 o número de Audi Centers que possuem a bandeira e-tron no País, inclusive em Vitória. Cada concessionária terá representantes especializados além de pontos de carga rápida DC de 24 kW e pelo menos um veículo e-tron para test drive.

A Audi Brasil também irá trazer toda a linha de veículos elétricos para o país, conforme adiantou Roscheck. “O Audi e-tron GT é a nova referência para a marca. Toda a experiência acumulada nos mais de 100 anos de história da marca em termos de tecnologia, inovação, conforto, design e esportividade está aplicada nestes modelos, que trazem uma experiência emocionante em todos os sentidos”, observou.

TOTALMENTE ELÉTRICO

O Audi e-tron GT tem distância entre eixos de 2,90 metros, 4,99m de comprimento, 2,16m de largura e somente 1,41 m de altura. O coeficiente de arrasto é de 0,24. O novo modelo totalmente elétrico da Audi oferece desempenho dinâmico nas duas versões de motor: o e-tron GT quattro acelera de zero a 100 km/h em 4,1 segundos, enquanto o modelo RS precisa de 3,3 segundos. A velocidade máxima é de 245 km/h e 250 km/h, respectivamente.

No exterior, os faróis e as lanternas são elementos que destacam suas características. As assinaturas das luzes de LED na frente e na traseira apresentam uma modelação pronunciada tridimensional e enfatizam seu visual.

250 km/h

É a velocidade máxima do Audi e-tron GT na versão RS

Na versão RS, os faróis com a tecnologia Audi Laser light oferecem apresentação de luzes na dianteira e traseira nos momentos das funções Coming e Leaving Home. No interior, o e-tron GT mostra a definitiva sensação de gran turismo destacando esportividade, conforto e extensão em igual medida. O foco mais forte é no motorista, inspirado pela ideia de “monoposto”, uma característica dos modelos esportivos da Audi e do e-tron GT em particular.

O e-tron GT é o primeiro veículo totalmente elétrico da Audi produzido na Alemanha – e-tron e e-tron Sportback são fabricados na planta de Bruxelas, na Bélgica. Ele é fabricado na linha de Böllinger Höfe, na planta de Neckarsulm. A produção do Audi e-tron GT quattro e RS e-tron GT em Böllinger Höfe tem pegada zero de carbono.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Carro Elétrico Audi Audi E-tron Audi e-tron GT Audi E-tron gt Quattro

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.