ASSINE

OAB-ES prepara advogados para desafios da profissão pós-pandemia

Presidente da Ordem avalia que as relações após o fim da pandemia do novo coronavírus vão demandar profissionais antenados e com foco em solucionar problemas

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 13/09/2021 às 19h08
OAB-ES prepara advogados para desafios da profissão pós-pandemia
Live falou sobre a dificuldade de inserção no mercado de trabalho para quem está iniciando a carreira. Crédito: Jansen/OAB-ES

A pandemia trouxe uma série de mudanças para o cotidiano das pessoas, mas muitos já começam a se perguntar como estará o mundo após esse período. E é nesse contexto que advogadas e advogados devem se preparar para entender a sociedade e seus conflitos nesse novo formato, afirma o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Espírito Santo (OAB-ES), José Carlos Rizk Filho.

“As novas relações complexas no mundo pós-pandemia vão exigir o trabalho de um advogado ou advogada. E, para isso, é preciso que esse profissional esteja preparado para essas mudanças. A profissão veio passando por vários desafios e, hoje, o profissional do Direito já não é apenas um ajuizador de ações. Ele é hoje um solucionador de problemas”, observou Rizk, durante live transmitida em A Gazeta.

OAB-ES prepara advogados para desafios da profissão pós-pandemia
"O profissional do Direito já não é apenas um ajuizador de ações. Ele é hoje um solucionador de problemas”, diz José Carlos Rizk. Crédito: Jansen/OAB-ES

Com visão nesse futuro - e também presente - do Direito, a Ordem tem investido em opções para que os advogados e advogadas possam estar por dentro das mudanças que acontecem, conforme explicou o diretor-presidente da Escola Superior de Advocacia (ESA-ES), Alexandre Zamprogno.

“Este ano, recuperamos um projeto antigo, que há mais de 10 anos não havia sido viabilizado, que é a estruturação de cursos de pós-graduação elaborados pela própria ESA. Dessa forma, preparamos o advogado para as demandas do dia a dia, com base no que os próprios profissionais desejam aprender, de acordo com as tendências do mercado”, contou Zamprogno.

Entre essas tendências, a advogada nas áreas do Direito de Família e Sucessões e do Direito Digital e também secretária adjunta da Comissão da Jovem Advocacia, Tainá Coutinho Guimarães dos Santos, afirma que o Direito Digital está em plena expansão. “Quase todo mundo está na internet e as pessoas ainda não entendem que ali não é uma ‘terra sem lei’. Além disso, esse nicho é tão grande e complexo, que o advogado pode se especializar em diversos ramos do Direito Digital”, avaliou.

JOVEM ADVOGADOS

OAB-ES prepara advogados para desafios da profissão pós-pandemia
Tainá Coutinho Guimarães dos Santos afirma que o Direito Digital está em plena expansão. Crédito: Jansen/OAB-ES

Uma das principais ações da Ordem, nesse sentido, de contribuir para a formação contínua e a permanência do advogado ou advogada na profissão, é a atenção dada aos jovens profissionais, no início de carreira. “Acolhemos os recém-formados e damos oportunidades para que possam definir a sua carreira, principalmente com os cursos da ESA, que possuem desconto para os profissionais que estão começando na profissão. Temos também, para os advogados mais velhos, cursos direcionados a eles e até mesmo um laboratório de informática para atender às suas necessidades”, ressaltou o diretor-presidente da ESA.

Somente neste ano, segundo Zamprogno, foram realizadas cerca de 70 mil inscrições em cursos e lives realizados pela ESA. “Em algumas dessas lives, tivemos mais de três mil pessoas simultaneamente, o que mostra o interesse dos profissionais. Nosso foco é sempre trabalhar algo específico que o advogado vai precisar no seu dia a dia e a função específica da OAB-ES é prepará-los por meio da ESA”, afirmou.

A inserção no mercado de trabalho pode ser vista com dificuldade para quem está iniciando a carreira, portanto, a secretária adjunta da Comissão da Jovem Advocacia aconselha que os jovens profissionais busquem as comissões temáticas dentro da própria OAB. “A Jovem Advocacia se reúne semanalmente, com práticas importantes da advocacia e o jovem advogado precisa saber além disso, pois ele precisa ter boa oratória, saber precificar. Portanto, é preciso que busque a Ordem para saber os cursos de capacitação que estão sendo realizados”, observa.

OAB-ES prepara advogados para desafios da profissão pós-pandemia
Este ano, foram realizadas cerca de 70 mil inscrições em cursos e lives realizados pela ESA, conta Alexandre Zamprogno. Crédito: Jansen/OAB-ES

O presidente da OAB também lembrou do Meu Escritório, uma das ações realizadas pela Ordem, que consiste em escritórios físicos para que o jovem advogado e advogada em início de carreira tenha uma base por onde começar para receber seus clientes. São várias salas já prontas na Grande Vitória e também no interior do Estado. “A OAB-ES não quer que o advogado desista da profissão”, afirma.

ASSISTA AQUI A LIVE NA ÍNTEGRA

Este é um conteúdo de responsabilidade do anunciante.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Direito OAB Advogado Advocacia OAB-ES Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.