ASSINE

PF intima autor de post que expôs filho de Contarato e aciona Facebook

O homem deve depor ainda nesta semana, segundo a Polícia Federal. Ele disse que se arrependeu da publicação. O post trazia texto com ofensas ao senador e expunha na foto o filho dele, de 7 anos.

Publicado em 18/11/2021 às 14h04
Polícia Federal
Sede da Polícia Federal em São Torquato, Vila Velha. Crédito: Carlos Alberto Silva

A Polícia Federal intimou o autor da postagem com ataques contra o senador Fabiano Contarato (Rede). A publicação também expõe a imagem do filho dele, de sete anos. O homem deverá depor nesta sexta-feira (19). Paralelamente, também foi feito um pedido ao Facebook para recuperar o conteúdo original, já que ele foi apagado.

Segundo a PF, o inquérito sobre o caso já foi aberto e o ofício enviado à rede social é uma formalidade. O objetivo é conseguir o maior número de informações possível. Porém, caso não seja possível recuperar o post de origem, há prints e testemunhas que podem embasar a investigação.

Na noite de segunda-feira (15), Contarato registrou boletim de ocorrência sobre o caso na Superintendência da Polícia Federal no Espírito Santo. A postagem trazia uma foto do senador e do filho na praia com um texto que o chamava de "infeliz" e "sem vergonha", ainda dizia que ele levou "o filho adotivo para fazer 'marketing'".

Postagem no Facebook faz críticas e ataques a Contarato e expõe o filho do senador
Postagem no Facebook faz críticas e ataques a Contarato e expõe o filho do senador. Crédito: Reprodução

A foto foi tirada durante a manhã de segunda, quando o parlamentar levou a criança à praia de Itapoã, em Vila Velha.

Em nota à imprensa, Contarato classificou o tom da publicação como preconceituoso. "Uma postagem preconceituosa que me agredia e destilava inadmissível ódio contra meu pequeno Gabriel", diz.

Fabiano Contarato

Senador

"Não tolerarei qualquer ato de agressão aos meus filhos e à minha família. Não me intimidarão com esses ataques desprezíveis. Registrei um boletim de ocorrência na Polícia Federal, e providenciarei a responsabilização do autor desta agressão"

Já o autor da postagem, que se identifica como Giovani Loureiro, disse nesta quarta-feira (17) que se arrepende profundamente e pediria desculpas ao parlamentar.

Mesmo justificando que a publicação se restringia à conduta política do senador, é possível ver no texto que o autor cita o filho de Contarato e chama o momento de lazer da família de marketing. Sobre isso, Loureiro diz que foi infeliz e se arrepende. “Eu fui infeliz e realmente não deveria ter colocado”, diz. Sobre a publicação, afirma se arrepender.

“Eu me arrependo profundamente de ter feito isso. Realmente me arrependo, eu não sabia que ia ter uma repercussão tão grande assim.”

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.