ASSINE

Casagrande não foi convidado para eventos da visita de Bolsonaro ao ES

De acordo com a assessoria do socialista, nenhum convite chegou até as 20h desta quinta (10). Casagrande é de um partido de esquerda, que faz oposição ao presidente

Publicado em 10/06/2021 às 20h41
Jair Bolsonaro e Renato Casagrande
Jair Bolsonaro e Renato Casagrande: em lados opostos. Crédito: Montagem Alan Santos | PR e Hélio Filho | Secom ES

O governador Renato Casagrande (PSB) não foi convidado a participar dos eventos programados na agenda do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em visita ao Espírito Santo, nesta sexta-feira (11).

De acordo com a assessoria do socialista, nenhum convite chegou até as 20h desta quinta (10). Casagrande é de um partido de esquerda, que faz oposição ao presidente, de extrema direita. 

O socialista também é um crítico de certas ações ou omissões do governo federal, principalmente em meio à pandemia de Covid-19.

 O governo estadual foi acionado pela Presidência da República somente para tratar de protocolos de segurança. Assim, Casagrande e Bolsonaro não devem se encontrar.

A chegada do presidente ao Aeroporto de Vitória está prevista para as 10h. Lá, em uma sala vip, ele deve conversar rapidamente com algumas pessoas, como integrantes da bancada federal. Há deputados que já devem chegar de Brasília junto com Bolsonaro.

Na parte externa do aeroporto, o presidente deve cumprimentar populares, apoiadores, confinados a um cercado, onde deve haver aglomeração, o que facilita o contágio pelo novo coronavírus.

Ele ainda deve sobrevoar as obras do Contorno do Mestre Álvaro, na Serra.

Depois, Bolsonaro segue para São Mateus, onde vai participar da inauguração de casas do então programa Minha Casa, Minha Vida, que agora se chama Casa Verde e Amarela.

No palanque devem estar aliados locais do presidente, como o deputado federal Evair de Melo (PP), um dos vice-líderes do governo federal na Câmara.

Não vai ser a primeira vez que o presidente e um governador não se encontram em agendas oficiais.  Isso já aconteceu em outros Estados, como Pernambuco e Piauí, onde os chefes do Executivo também fazem oposição a Bolsonaro.

Nos bastidores a leitura é que Casagrande estaria disposto a se encontrar com Bolsonaro, na sala vip do aeroporto, longe de aglomerações, se fosse convidado.

A agenda do socialista desta sexta-feira, que pode ser consultada no site do governo do Estado, não registra nenhum evento programado.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.