ASSINE

Suspeito de matar turista em Guriri no início do mês é preso pela polícia

Homem tinha um relacionamento amoroso com a vítima, segundo a família, e é investigado por feminicídio. A jovem estava a passeio em São Mateus

Tempo de leitura: 2min
Colatina
Publicado em 22/01/2022 às 18h15
Thaila Santos Souza foi encontrada morta dentro de casa no bairro Guriri, em São Mateus
Thaila Santos Souza foi encontrada morta dentro de casa no bairro Guriri, em São Mateus. Crédito: Arquivo pessoal

O suspeito de matar a turista Thayla Santos Souza, de 24 anos, dentro de casa em Guriri, no município de São Mateus, Norte do Estado, foi preso neste sábado (22).  Ela foi encontrada morta com marcas de agressões no corpo no dia 4 de janeiro. 

A jovem estava a passeio em Guriri e teria se relacionado com o suspeito. O crime está sendo investigado como feminicídio pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Mateus.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito estava acompanhado de outros dois indivíduos observando carros no balneário de Guriri. Um investigador da DHPP que estava no local achou suspeito o comportamento dos três homens e reconheceu um deles como sendo o procurado pela morte da jovem.

Este vídeo pode te interessar

O policial acionou uma equipe da Polícia Militar. O homem tentou fugir, mas os policiais fizeram um cerco e conseguiram capturá-lo. Com o suspeito foi apreendido um revólver calibre .38 com seis munições intactas.

 Com o suspeito foi apreendido um revólver calibre .38 com seis munições intactas. Crédito: Polícia Civil
Com o suspeito foi apreendido um revólver calibre .38 com seis munições intactas. Crédito: Polícia Civil

Ele foi conduzido para a 18° Delegacia Regional de São Mateus e, ao consultar o sistema, foi localizado mais um mandado de prisão por roubo em seu nome, expedido pela Vara Criminal de Boa Esperança.

A mãe da jovem afirmou à TV Gazeta Norte que o suspeito era do convívio da família. O homem teria um relacionamento amoroso com a vítima. Ele foi preso pelo crime de feminicídio e encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus.

Os outros dois homens, que estavam na companhia do suspeito, também foram levados para a 18° Delegacia Regional de São Mateus, onde serão ouvidos pelo delegado plantonista.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.