ASSINE

Polícia suspeita que ex-marido matou mulher e tirou a própria vida no ES

Adriana Torrente, que estava desaparecida deste a última quarta-feira (29), foi encontrada morta neste domingo (3). O corpo do ex-marido já havia sido localizado na sexta-feira (1°)

Cachoeiro de Itapemirim
Publicado em 04/10/2021 às 11h55
O corpo de Adriana Torrente, que estava desaparecida deste a última quarta-feira (29), foi encontrado neste domingo (3). O ex-marido já havia sido encontrado morto na sexta-feira (1º). O caso aconteceu em Conceição do Castelo
Polícia suspeita que ex-marido matou mulher e tirou a própria vida no ES. Crédito: Matheus Martins/TV Gazeta Sul

Polícia Civil trata a morte de um casal separado recentemente, em Conceição do Castelo, na Região Serrana do Espírito Santo, como feminicídio, seguido de suicídio. As investigações apontam que Brás Moreira Rodrigues, de 45 anos, tenha matado a ex-companheira, Adriana Torrente Moreira, de 39 anos, e tirado a própria vida. O corpo dele foi encontrado nesta sexta-feira (1º) e o dela, neste domingo (3). O desaparecimento seguido das mortes comoveu a cidade que, há poucos dias, teve outra tragédia, o assassinato da enfermeira Giselly Thais Caçandro de Souza, morta pelo ex-marido na frente de casa.

Os dois estavam desaparecidos desde a última quarta-feira (29), quando foram vistos juntos pela última vez. Segundo as investigações, o casal, que ficou casado por 22 anos, tinha um histórico de desentendimentos e estava separado há um mês.

Brás Moreira Rodrigues, de 45 anos, e Adriana Torrente Moreira, de 39 anos
Brás Moreira Rodrigues, de 45 anos, e Adriana Torrente Moreira, de 39 anos. Crédito: Familiares

Após a localização dos dois corpos, o caso será tratado como feminicídio, seguido de suicídio. O delegado Carlos Henrique Simões, que estava no local quando o corpo de Adriana foi encontrado, disse para o repórter Gustavo Ribeiro, da TV Gazeta Sul, que as evidências levaram a esta hipótese.

“O chinelo dele está ali e ele foi encontrado com a camisa seca, calça molhada e sem chinelo. O perito já havia sinalizado que, provavelmente, o corpo (dela) havia sido deixado em meio líquido e se confirmou ali. O trabalho da perícia foi preponderante”, explicou o delegado.

O corpo de Adriana Torrente, que estava desaparecida deste a última quarta-feira (29), foi encontrado neste domingo (3). O ex-marido já havia sido encontrado morto na sexta-feira (1º). O caso aconteceu em Conceição do Castelo
Chinelos localizados próximo ao corpo de Adriana. Crédito: Matheus Martins/TV Gazeta Sul

O delegado informou ainda que as investigações continuam para esclarecer tudo que aconteceu com Adriana nas últimas horas de vida. O inquérito deve ser concluído em 30 dias.

CORPO DE ADRIANA FOI ENCONTRADO DURANTE ENTREVISTA

O corpo de Adriana Torrente, que era lavradora, foi encontrado por populares na tarde deste domingo (3), enquanto o delegado Carlos Henrique Simões gravava uma entrevista para a TV Gazeta Sul. O corpo estava em um córrego que passa no meio de uma plantação de café, na localidade de Barro Branco, onde ela morava. As pessoas estavam perto do local fazendo buscas porque o corpo de Brás já havia sido encontrado nas proximidades na sexta-feira (1º).

COMOÇÃO NA CIDADE

A dona propriedade, onde o corpo foi encontrado, disse que suspeitava que ele estaria por perto porque viu urubus sobrevoando a área pela manhã, quando estava a caminho da missa. “Eu falei com meu marido assim: 'com certeza a menina está aí, porque tem urubu'. Aí todo mundo ficou apavorado dentro do carro”, disse Maria Madalena.

O crime comoveu toda a população da região, que estava mobilizada em encontrar a lavradora e acompanhou os trabalhos da polícia. A Regina Célia Mareto trabalhou com Adriana no dia em que ela desapareceu. “Ela saiu feliz da vida, brincando. Ela era muito brincalhona. A gente está com o coração partido. Nunca era pra ter acontecido isso”, disse.

O irmão de Adriana, Joel Torrente, estava atuando nas buscas. “O policial fez uma ronda perto aqui (na sexta-feira (1º)) e a gente entrou e vasculhou a mata todinha até 2h da manhã e não tinha vestígio nenhum”, contou.

CORPO DE BRÁS FOI ENCONTRADO NA MESMA PROPRIEDADE

O corpo de Brás foi localizado, na sexta-feira (1º) à noite, na mesma propriedade onde o corpo da ex-mulher estava. Próximo ao corpo do Brás, foi encontrado o carro dele, com dois celulares dentro, o dele e o de Adriana.

O corpo de Adriana Torrente, que estava desaparecida deste a última quarta-feira (29), foi encontrado neste domingo (3). O ex-marido já havia sido encontrado morto na sexta-feira (1º). O caso aconteceu em Conceição do Castelo
Local onde o corpo de Brás foi encontrado. Crédito: Matheus Martins/TV Gazeta Sul

A irmã do Brás e ex-cunhada de Adriana falou sobre o momento. “O coração está meio aliviado, mas, ao mesmo tempo, angustiado pela tragédia que aconteceu com meu irmão e com a ex dele também. É uma tristeza, mas, ao mesmo tempo, um alívio, porque a gente não estava sabendo o que fazer mais", desabafou. 

SEGUNDO CASO DE FEMINICÍDIO EM CONCEIÇÃO DO CASTELO

Giselly Thais Caçandro de Souza
Giselly Thais Caçandro de Souza. Crédito: Arquivo da família

No último dia 25, uma enfermeira de 36 anos foi assassinada a tiros pelo ex-marido, em Conceição do Castelo. Segundo familiares de Giselly Thais Caçandro de Souza, o crime teria sido motivado por um pedido de pagamento de pensão alimentícia.

Giselly era mãe de três meninas, de 5, 8 e 18 anos. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Ela estava sentada na frente da casa dela, por volta de 18h, quando o ex-marido Natal Corrêa, de 40 anos, passou de carro, saiu do veículo e começou a atirar. Ele foi preso logo após o crime.

Com informações de Gustavo Ribeiro/TV Gazeta Sul

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.