ASSINE

Polícia conclui análise de material genético de feto e de menina estuprada no ES

Em nota, a Polícia Civil informou que concluiu e enviou ao Ministério Público Estadual o resultado dos exames feitos para confrontar os perfis genéticos do feto e da menina de 10 anos com o perfil do tio da menina, que é suspeito do crime e está preso

Publicado em 28/08/2020 às 09h11
Atualizado em 28/08/2020 às 09h12
O Departamento Médico-Legal de Vitória (DML) foi o único a ter médico-legal hoje (16) no Estado.
O Departamento Médico-Legal de Vitória (DML) foi o único a ter médico-legal hoje (16) no Estado. Crédito: G1

Polícia Civil do Espírito Santo divulgou na manhã desta sexta-feira (28) que já tem o resultado dos exames feitos para confrontar os perfis genéticos do feto e da menina de 10 anos que engravidou e realizou um aborto legal após ser estuprada em São Mateus, no Norte do Estado, com o perfil do tio da menina, que é suspeito do crime e está preso. No entanto, os resultados não foram divulgados

Em nota, a PC informou, por meio da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), que "recebeu na penúltima quarta-feira (19), do Instituto de Genética Forense de Pernambuco, os perfis genéticos do feto e da criança. Ambos foram analisados no Laboratório de DNA, onde foram feitas as confrontações com o perfil do suspeito, cujo material biológico foi coletado para processamento no dia da sua prisão".

A polícia informou que na última terça-feira (25), em cinco dias úteis, o resultado do exame foi concluído e encaminhado ao Ministério Público Estadual. "Como se trata de um processo que corre em sigilo, o resultado do laudo não será divulgado por determinação judicial", disse a PC na nota.

"A agilidade desse caso foi possível devido ao material a ser examinado e os tipos de amostras que foram coletadas, com excelente qualidade, que permitiram que o exame pudesse ser muito mais célere. É importante esclarecer que isso influenciou no trabalho, para não haver uma falsa impressão de que passamos esse caso à frente dos demais. Todos os outros estão em andamento no trâmite normal e com grande complexidade", explicou o superintendente de Polícia Técnico-Científica, Renato Kosky Jr.

A nota da Polícia Civil informou, ainda, que mais detalhes sobre a parte técnica do trabalho da perícia nesse tipo de caso, a realização do processo e o funcionamento desse exame de DNA, bem como quando esse procedimento pode ser mais rápido, seriam informados à imprensa nesta sexta-feira

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Polícia Civil São Mateus Abuso em São Mateus espírito santo estupro de vulnerável são mateus

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.