ASSINE

Ex-marido suspeito de matar Erica Bonometti no ES é preso em Mato Grosso

Manoel Victor Almeida da Silva foi indiciado por feminicídio e estava foragido desde o dia do crime, em 15 de dezembro de 2020

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 26/02/2021 às 13h04
A Justiça expediu mandado de prisão contra Manoel Victor Almeida da Silva
Erica e Manoel Victor. Crédito: Redes Sociais

A polícia prendeu, na manhã desta sexta-feira (26), Manoel Victor Almeida da Silva. Ele é o principal suspeito pela morte da ex-mulher, Erica de Jesus Bonometti, de 31 anos,  morta em dezembro, em Guaçuí, no Sul do Espírito Santo. Manoel Victor estava foragido e foi encontrado na cidade de Sinop, em Mato Grosso.

A Operação Covardia, que resultou na prisão do ex-marido, foi coordenada pela Delegacia de Polícia Civil de Guaçuí, com o apoio da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa da Polícia Civil de Sinop/MT e do Serviço Reservado da 2ª Cia do 3º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo, com inúmeras diligências.

FEMINICÍDIO

O inquérito sobre o caso foi concluído no dia 05 de janeiro, quando Manoel Victor foi indiciado por feminicídio. Na época do crime, Erica e Manoel estavam separados. Sem aceitar a separação, ele chegou a ameaçar tomar os dois filhos de Erica. 

O CRIME

Erica de Jesus Bonometti, de 31 anos, foi encontrada morta na tarde de 15 de dezembro, na estrada de São Romão, zona rural de Guaçuí, no Caparaó Capixaba. Segundo a Polícia Militar, Manoel Victor Almeida da Silva encontrou a vítima vindo de Dores do Rio Preto com uma amiga, que dirigia o veículo. Para conseguir pegar a ex-mulher ele provocou uma colisão com o carro, tirou ela a força e obrigou que ela fosse para o veículo dele.

Momentos depois os policiais foram informados que um corpo havia sido encontrado na estrada rural em direção a São Romão. Quando chegaram ao local, confirmaram ser o de Erica. O carro que Manoel Victor usava na hora que sequestrou a ex-mulher foi apreendido.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.