ASSINE

Supermercados, comércio e máscaras: veja as mudanças em vigor no ES

Comércio liberado em 72 municípios capixabas, uso de máscaras obrigatório na Grande Vitória e limitação de clientes nos supermercados são medidas que estão valendo a partir desta segunda-feira (20)

Publicado em 20/04/2020 às 12h36
Atualizado em 22/04/2020 às 17h36
Pedestre usando máscara de proteção contra o covid-19 no Centro de Vila VElha
Ciclista usando máscara de proteção contra o novo coronavírus no Centro de Vila VElha. Crédito: Carlos Alberto Silva

Comércio liberado em 72 municípios capixabas, uso de máscaras obrigatório na Grande Vitória e em Alfredo Chaves, e limitação de clientes nos supermercados: estas são medidas que passam a vigorar a partir desta segunda-feira (20) no Espírito Santo, segundo o governador Renato Casagrande. Confira

USO DE MÁSCARA OBRIGATÓRIO

Se no início da pandemia do novo coronavírus o uso de máscaras era indicado apenas para quem estava infectado e profissionais da saúde, hoje a realidade é bem diferente. O utensílio de proteção passa a ser obrigatório a partir desta segunda-feira (20) na Grande Vitória e Alfredo Chaves, regiões consideradas de Risco Alto para a Covid-19. A determinação foi publicada no último sábado (18) pelo Governo do Estado, que confirmou decreto assinado ainda neste domingo (19).

Nas últimas semanas o uso de máscaras passou a ser uma orientação para todos que precisam sair de casa para serviços considerados essenciais. Mas no último sábado (18) o Estado publicou que a orientação passa a ser determinação. Renato Casagrande anunciou na página do governo que, em decorrência da Grande Vitória e Alfredo Chaves estarem em Risco Alto de coronavírus, novas medidas serão implementadas nessas regiões, como:

  • Determinação às pessoas para uso de máscaras;
  • Determinação de isolamento social com intervenção local e aplicação de sanção;
  • Monitoramento casos suspeitos e infectados;
  • Funcionamento dos estabelecimentos considerados essenciais e de estabelecimentos autorizados por regras dispostas em decretos com medidas qualificadas, definidas em protocolos específicos;
  • Aplicação de multa;
  • Restrição de passageiros em pé;
  • Obrigatoriedade da utilização de CartãoGV (válido para Grande Vitória);
  • Obrigatoriedade do uso de máscaras para tripulantes e passageiros;
  • Barreiras sanitárias nos limites dos municípios com controle rigoroso, por meio de autoridades municipal e estadual com o apoio das Forças Armadas;
  • Barreira sanitária nas rodoviárias.

De acordo com o governo, por meio de assessoria de imprensa, por enquanto a determinação será em caráter de conscientização, podendo resultar em penalidades no futuro. O decreto deve ser assinado e publicado ainda neste domingo (19) em uma edição extra do Diário Oficial.

ABERTURA DO COMÉRCIO

O governador Renato Casagrande (PSB) anunciou no final da tarde deste sábado (18) que vai permitir a abertura de estabelecimentos comerciais em 72 municípios do Espírito Santo com restrições. A autorização vale a partir desta segunda (20) para as cidades que foram consideradas pelo governo com risco baixo ou moderado de propagação do novo coronavírus de acordo com a incidência de casos.

A flexibilização só não é válida para as cidades da Grande Vitória - Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica e Viana -, onde se concentram 87% dos casos de Covid-19 no Estado; além do Alfredo Chaves, município com maior incidência de casos no Espírito Santo para cada 100 mil habitantes.

Essas cidades foram classificadas como de alto risco de incidência de casos, e, por isso, seguem pelo menos até o próximo domingo (26) com a mesma restrição já vigente, ou seja, com autorização para abertura apenas do comércio essencial, como supermercados, padarias e postos de combustível, por exemplo.

Dos 72 municípios em que fica permitida a abertura do comércio, 63 foram avaliados como de risco baixo de propagação do vírus e outros nove com risco moderado. Por isso, terão regras específicas de restrição de horário de funcionamento e limitação de acesso a lojas de acordo com o espaço.

LIMITE DE CLIENTES NOS SUPERMERCADOS

Os supermercados do Espírito Santo terão que impor limite de entrada de pessoas nos estabelecimentos a partir desta segunda-feira (20), para reduzir a aglomeração e evitar a propagação do novo coronavírus.

“Vamos limitar entrada de clientes nos estabelecimentos e a referência é uma pessoa para cada 10 metros quadrados. Cada estabelecimento vai saber quantas pessoas podem estar ao mesmo tempo fazendo compras”, afirmou o governador Renato Casagrande, durante pronunciamento na quinta (16). Segundo ele, esse numero deverá ser informado aos clientes.

A regra vale para supermercados, hipermercados, atacarejos, padarias, minimercados e lojas de conveniência. O objetivo, segundo o governador, é garantir uma distância segura entre os próprios clientes em compras e entre os funcionários dos locais. Casagrande citou em pronunciamento nas redes sociais que os estabelecimentos serão fiscalizados, mas não deu detalhes de como isso deve acontecer.

Com o decreto, esses estabelecimentos também deverão atender a outras exigências para reduzir o contágio do novo coronavírus:

  • Caso se formem filas, é preciso que haja distanciamento de pelo menos 1,5 metro entre cada pessoa. Uma marcação no chão deverá indicar essa distância;
  • Os carrinhos e cestas deverão ser desinfectados antes e depois de cada uso;
  • O estabelecimento terá que providenciar lavatório com sabão ou álcool em gel para higienização das mãos;
  • Será obrigatório o uso de máscara por todos os funcionários;
  • A distância entre o caixa e a pessoa que está pagando deverá ser de, no mínimo, 1,5 metro. Caso não seja possível, o funcionário responsável terá que usar máscara protetora de acetato (máscara transparente de plástico que cobre todo o rosto).
Economia Espírito Santo Renato Casagrande Coronavírus Coronavírus no ES espírito santo Política Pandemia Isolamento social

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.