ASSINE

Exames descartam cinco dos seis casos suspeitos de coronavírus no ES

Em todos os casos investigados no Estado, os pacientes apresentavam histórico de viagem recente a um dos países que tiveram registros da doença. Um deles ainda está sob análise

Publicado em 01/03/2020 às 12h35
Atualizado em 01/03/2020 às 15h14
Secretária de Estado da Saúde (Sesa) investiga possíveis casos de coronavírus. Crédito: Ricardo Medeiros
Secretária de Estado da Saúde (Sesa) investiga possíveis casos de coronavírus. Crédito: Ricardo Medeiros

Dos seis casos suspeitos de coronavírus que estavam em análise no Espírito Santo, cinco foram descartados neste domingo (1°). A Secretaria de Saúde do Espírito Santo (Sesa) informou que os novos exames, feitos pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), descartaram a presença do vírus nas amostras coletadas de pacientes capixabas. Os casos foram registrados nas regiões Norte, Central e Grande Vitória. O único caso que não foi descartado é o de uma criança, no município de Vila Velha. 

Com isso, agora, o Estado registra apenas um caso suspeito da doença ainda em investigação. De acordo com a Sesa, em todos os registros investigados no Estado os pacientes apresentam histórico de viagem recente a um dos países relacionados nos critérios do Ministério da Saúde para definição de caso suspeito do Codiv-19. Eles apresentam quadro clínico leve, sem sinais de gravidade, sendo indicado o isolamento domiciliar de acordo com o protocolo adotado no Brasil.

De acordo com a Prefeitura de Vila Velha, o paciente em que a doença ainda não foi descartada é um menino de dez anos que veio de Portugal, mas passou pela Itália. No sábado (29) a criança recebeu atendimento no PA da Glória. No local foi recolhido material para o teste do coronavírus e os familiares receberam orientação sobre o isolamento domiciliar.

"Ela está isolada em casa como suspeita, porém não preenche os critérios de acordo com a infectologista que a atendeu. Ainda assim,  a Vigilância Municipal pediu pra notificar o caso", informou a Prefeitura de Vila Velha.  Ainda segundo a prefeitura, a criança está com um bom quadro clínico. 

ARACRUZ

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) descartou a possibilidade de um paciente de 25 anos, morador de Aracruz, ter contraído o coronavírus. O jovem apresentou problemas respiratórios após uma viagem a Singapura. Neste domingo (1º), foram apresentados os exames realizados pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que descartaram a presença do vírus.

Desde o momento da suspeita, o jovem está em isolamento domiciliar na própria casa em Aracruz, no Norte do Estado. “O paciente apresenta quadro clínico leve (febre, coriza e mialgia), sem sinais de gravidade e, nesses casos, este procedimento é o indicado, de acordo com o protocolo adotado no Brasil”, informou a Sesa.

BARRA DE SÃO FRANCISCO

A Prefeitura de Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo, informou que o resultado do exame do paciente de que buscou por atendimento no município, alegando que estava com sintomas de que poderiam ser de coronavírus, apontou negativo para a doença.

O paciente, que é morador de Água Doce do Norte, foi atendido na última sexta-feira (28), alegando que apresentou os sintomas depois de retornar de uma viagem à Itália nos últimos dias. Desde então, o paciente foi orientado a retornar para casa, no interior de Água Doce do Norte, e estava em isolamento sendo monitorado por uma profissional da saúde, aguardando a divulgação do resultado dos exames.

COMO PREVENIR

Até o momento não há um tratamento específico para a doença, que é transmitida por gotículas de saliva e catarro que se espalham pelo ambiente. Por isso, é fundamental manter alguns cuidados com a higiene pessoal que também valem para afastar o risco de gripe e outras tantas doenças respiratórias.

OS CUIDADOS

  • Lavar as mãos frequentemente por pelo menos 20 segundos com água e sabão
  • Utilizar antisséptico de mãos à base de álcool para higienização
  • Cobrir com a parte interna do cotovelo a boca e o nariz ao tossir ou espirrar
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Coronavírus espírito santo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.