ASSINE

Teste para coronavírus no ES vai ter resultado no mesmo dia

O Laboratório Central do Estado foi autorizado a realizar o exame, cujo laudo sai em até seis horas

Publicado em 28/02/2020 às 20h39
Atualizado em 28/02/2020 às 20h39
Exame de sangue: material será coletado de pacientes com suspeita de contágio por coronavírus. Crédito: Kasvi
Exame de sangue: material será coletado de pacientes com suspeita de contágio por coronavírus. Crédito: Kasvi

A partir da próxima semana, o Laboratório Central  (Lacen) do Estado vai começar a realizar os testes para o novo coronavírus (Covid-19) e o resultado sairá no mesmo dia. Hoje, o material para análise dos casos suspeitos é encaminhado para fora do Espírito Santo e pode levar até mais de uma semana para confirmação ou descarte da doença. 

Rodrigo Rodrigues, coordenador do Lacen, disse que o Ministério da Saúde anunciou nesta sexta-feira (28) que, até meados da próxima semana, vai liberar o reagente que havia sido solicitado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para fazer os exames, atendendo tanto a população capixaba quanto demandas de outros Estados. 

Rodrigues afirmou que o teste específico para o coronavírus é rápido, entre 1 e 2 horas, porém são necessárias várias etapas, do preparo da amostra até o laudo, o que deve levar de cinco a seis horas para apresentar o resultado. De todo modo,  os pacientes terão mais agilidade do que hoje, uma vez que, depois de descartado outros quatro tipos de vírus que já são testados no Estado, o sangue coletado é enviado para a Fiocruz, no Rio de Janeiro. 

Atualmente, o Lacen faz teste para Influenza A (H1N1 e H3N2), Influenza B e síndrome respiratória aguda, mas também pretende ampliar a análise para outras doenças respiratórias. Rodrigues contou que o secretário Nésio Rodrigues já autorizou a compra de um kit que analisa 21 tipos de vírus, aumentando a abrangência das enfermidades analisadas. 

Contudo, o Ministério da Saúde também sinalizou a possibilidade de disponibilizar estes testes para o Espírito Santo, informação que deverá ser confirmada na segunda-feira (2). Questionado se esse kit é necessário, agora que o Estado terá um específico para o coronavírus, Rodrigues assegurou que sim porque, ao fazer um diagnóstico mais preciso sobre o tipo de vírus que acomete determinado paciente, os cuidados a serem tomados podem ser mais efetivos. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.