ASSINE

ES tem mais quatro casos suspeitos de coronavírus

Os dados foram divulgados pela Sesa nesta sexta-feira (28)

Publicado em 28/02/2020 às 17h23
Atualizado em 28/02/2020 às 18h13
As cinco notificações são oriundas das regiões Central e Norte, além da Grande Vitória. Crédito: Kasvi
As cinco notificações são oriundas das regiões Central e Norte, além da Grande Vitória. Crédito: Kasvi

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) recebeu a notificação de mais quatro casos suspeitos de Covid-19 (novo Coronavírus) no Espírito Santo. Com isso, chega a cinco o número de casos suspeitos no Estado. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (28).

O caso que já está em investigação, de um paciente de Aracruz, foi encaminhado ao Instituto Oswaldo Cruz (IOC-Fiocruz), no Rio de Janeiro. Outros quatro, de municípios não divulgados pela Sesa, já foram analisados pelo Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen-ES), sendo descartados para influenza A e B para o vírus sincicial respiratório e também serão remetidos à Fiocruz.

CRITÉRIOS PARA DEFINIÇÃO DE CASOS SUSPEITOS

De acordo com o coordenador do Centro de Operações Estratégicas (COE), Luiz Carlos Reblin, para se tornar caso suspeito, o cidadão tem que apresentar sintomas dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde: febre e sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e vierem da Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália e Malásia.

Já faziam parte dos critérios, os países Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China.

Após o Lacen-ES descartar as amostras coletadas para influenza A e B e para o vírus sincicial respiratório, o material é encaminhado para a Fiocruz, que é o laboratório de referência determinado pelo Plano Contingência para o Covid-19. O resultado deve ser divulgado em até sete dias.

COMO SE PREVENIR

A Sesa destaca que, até o momento, não há um tratamento específico para a doença, que é transmitida por gotículas de saliva e catarro que se espalham pelo ambiente. Por conta disso, é fundamental manter alguns cuidados com a higiene pessoal, que também valem para afastar o risco de gripe e outras tantas doenças respiratórias. As indicações são:

  1. Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  2. Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  3. Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  4. Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  5. Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  6. Lavar as mãos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool.

PLANO DE CONTINGÊNCIA

Desde o início dos primeiros casos de Covid-19 na China, o Espírito Santo elaborou um plano de contingência para evitar a circulação do vírus no Estado.

Entre as definições apresentadas estão a definição dos hospitais de referência, que serão o Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG), em Vitória, referência em atendimento pediátrico, e o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves (HEJSN), na Serra, que tem a expertise de atendimento a casos graves.

A remoção dos pacientes com casos suspeitos para os hospitais de referência, de acordo com o plano, ficará a cargo do Serviço Móvel de Urgência (Samu 192) e do serviço de remoção estadual nos municípios que não têm Samu.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.