ASSINE

Sobe para seis o número de casos suspeitos de coronavírus no ES

Os casos suspeitos envolvem pacientes residentes das regiões central, norte e Grande Vitória

Publicado em 29/02/2020 às 18h31
Atualizado em 03/03/2020 às 17h58
Secretária de Estado da Saúde (Sesa) confirmou mais um caso suspeito no ES. Crédito: Ricardo Medeiros
Secretária de Estado da Saúde (Sesa) confirmou mais um caso suspeito no ES. Crédito: Ricardo Medeiros

Subiu para seis o número de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) no Espírito Santo. A informação, divulgada no final da tarde deste sábado (29), é da Secretaria da Saúde (Sesa), por meio do Centro de Operações Estratégicas (COE). Os casos suspeitos envolvem pacientes residentes das regiões central, norte e Grande Vitória. Os municípios onde moram essas pessoas não estão sendo divulgados pela Sesa.

Segundo a Sesa, com relação ao sexto caso, a mais recente amostra coletada e encaminhada para o Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen-ES) também apresentou negativa para a presença dos vírus da influenza A e B e para o vírus sincicial respiratório, o que torna necessário o envio para a Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), no Rio de Janeiro, que é o laboratório de referência, para detecção do vírus, determinado pelo Ministério da Saúde no Plano Contingência para o Covid-19 (novo coronavírus).

Ainda de acordo com a Sesa, em todos os casos suspeitos registrados no Estado, os pacientes apresentam histórico de viagem recente a um dos países relacionados nos critérios do Ministério da Saúde para definição de caso suspeito do Codiv-19.

Eles apresentam quadro clínico leve, sem sinais de gravidade sendo, nesses casos, indicado o isolamento domiciliar de acordo com o protocolo adotado no Brasil.

COMO PREVENIR

Até o momento não há um tratamento específico para a doença, que é transmitida por gotículas de saliva e catarro que se espalham pelo ambiente. Por isso, é fundamental manter alguns cuidados com a higiene pessoal que também valem para afastar o risco de gripe e outras tantas doenças respiratórias.

OS CUIDADOS

  • Lavar as mãos frequentemente por pelo menos 20 segundos com água e sabão
  • Utilizar antisséptico de mãos à base de álcool para higienização
  • Cobrir com a parte interna do cotovelo a boca e o nariz ao tossir ou espirrar
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.