ASSINE

Governo dá autorização final e Imetame inicia obras de porto no ES

Contrato que libera movimentação de vários tipos de carga no local foi assinado nesta quarta-feira (7) pelo ministro Tarcísio Freitas. Construção em Aracruz já foi iniciada e deve gerar 650 empregos no pico de obras

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 07/07/2021 às 20h23
Porto será construído pela Imetame no município de Aracruz
Porto será construído pela Imetame no município de Aracruz. Crédito: Divulgação / Imetame

O novo porto da Imetame em Aracruz, no Norte do Espírito Santo, recebeu sinal verde do governo federal nesta quarta-feira (7). Em cerimônia com o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, foi assinado o aditivo do contrato que autoriza o terminal privado a movimentar diversos tipos de carga, ampliando o escopo de operações. Segundo a empresa, as obras do complexo portuário começaram em 21 de junho e devem durar três anos.

No início do mês passado, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) concedeu autorização para que a Imetame Logística Porto utilize a área de 1,03 milhão de m² em Barra do Riacho. Em contrapartida, a empresa deverá pagar aos cofres federais R$ 4,1 milhões por ano. O contrato é válido até novembro de 2040. O investimento no empreendimento é da ordem de R$ 1,7 bilhão.

A assinatura do aditivo do contrato nesta quarta permite uma mudança no projeto inicial da Imetame para a área portuária. Inicialmente, em 2009, o objetivo era criar uma base offshore para atendimento ao setor de óleo e gás, sendo também um canal logístico para escoamento da produção da Imetame Metalmecânica, empresa-mãe do grupo.

Contudo, observando mudanças no cenário brasileiro, como o marco regulatório dos portos, e considerando os desafios de infraestrutura portuária enfrentados pelo Estado, o projeto mudou. Atualmente, a ideia é construir um complexo de terminais portuários privados capazes de atender a diferentes tipos de carga, como contêineres, carga geral e grãos.

Durante a cerimônia, em que também foi autorizada a implantação de Terminais de Uso Privado (TUP) em outros dez locais do país, o ministro da Infraestrutura afirmou que a intenção é fomentar investimentos, visto que os portos privados já movimentam dois terços das cargas no Brasil.

“[Os terminais privados] já suplantam em muito os portos públicos. Quando assinamos os contratos estamos dando protagonismo para o setor privado, proporcionando segurança jurídica para que o tomador de risco possa executar seus investimentos”, disse.

Tarcísio de Freitas disse ainda que gostaria de vir ao Estado visitar as obras da Imetame em Aracruz. “Tenho vontade de conhecer os terminais que não conheço ainda, visitar as obras. Estou curiosíssimo para ver os primeiros trabalhos das obras da Imetame”.

EMPREGOS

A Imetame estima que, no momento de pico das atividades, haverá cerca de 650 vagas diretas no canteiro de obras. Por enquanto, as obras estão em fase inicial, e as vagas serão divulgadas à medida em que surjam as oportunidades.

Elas serão comunicadas através do Sine de Aracruz e pelos canais de comunicação da Imetame Logística Porto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.