ASSINE

ES deve ter perda de R$ 1,3 bi mesmo com o fim da "guerra do petróleo"

Acordo entre os maiores países exportadores pode frear queda do preço do barril, mas ainda não será suficiente para cotação recuperar o patamar anterior

Publicado em 15/04/2020 às 06h00
Atualizado em 15/04/2020 às 06h00

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.