ASSINE

Caixa libera auxílio emergencial para 5,4 milhões nesta quinta (22)

Rodada de pagamentos tem beneficiários do Bolsa Família, que receberão a sétima parcela do auxílio, e trabalhadores inscritos que já tiveram o dinheiro creditado nas contas e agora poderão sacar

Publicado em 21/10/2020 às 18h50
Aplicativo do auxílio emergencial do Governo Federal
Aplicativo do auxílio emergencial do governo federal. Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Caixa Econômica Federal libera nesta quinta-feira (22) o saque auxílio emergencial para 5,4 milhões de pessoas em todo Brasil. Desse total, 1,6 milhão são beneficiários do Bolsa Família que possuem o Número de Identificação Social (NIS) final 4, que poderão sacar a sétima parcela do auxílio - ou seja, a segunda da extensão do benefício, que é de R$ 300 (sendo R$ 600 para mães chefes de família).

Ao todo, mais de 16 milhões de pessoas cadastradas no programa Bolsa Família foram consideradas elegíveis para a segunda parcela da extensão do auxílio emergencial residual e receberão, no total, R$ 4,2 bilhões durante o mês de outubro. A rodada de pagamentos para esses beneficiários segue até o dia 30 de outubro. Veja o cronograma:

CALENDÁRIO BOLSA FAMÍLIA - 7ª PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

  • Final do NIS 1 - 19 de outubro
  • Final do NIS 2 - 20 de outubro
  • Final do NIS 3 - 21 de outubro
  • Final do NIS 4 - 22 de outubro
  • Final do NIS 5 - 23 de outubro
  • Final do NIS 6 - 26 de outubro
  • Final do NIS 7 - 27 de outubro
  • Final do NIS 8 - 28 de outubro
  • Final do NIS 9 - 29 de outubro
  • Final do NIS 0 - 30 de outubro

Outros 3,8 milhões que poderão sacar nesta quarta são trabalhadores inscritos no programa criado pelo governo federal que estão no ciclo 2 de pagamentos da Caixa. O benefício será liberado para nascidos em novembro, que tiveram o auxílio depositado no dia 28 de setembro na conta poupança social digital e até então só podiam transacionar o dinheiro por meio do Caixa Tem.

Os trabalhadores informais, desempregados e microempreendedores individuais (MEI) deste ciclo ainda estão recebendo o auxílio integral, no valor de R$ 600 (R$ 1.200 para mães chefes de família).

O ciclo 2 inclui trabalhadores que estão recebendo diferentes parcelas, além de quem fez o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho; a contestação de 3 de julho a 16 de agosto e foi considerado elegível; e beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores, mas que tiveram o benefício reavaliado em agosto.

VEJA TODOS OS CALENDÁRIOS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.