Veja como consultar o auxílio emergencial e para qual telefone da Caixa ligar

Saiba por quais canais da Caixa e do Ministério da Cidadania é possível verificar depósitos, pedidos e tirar dúvidas. Benefício será pago até dezembro com valor de R$ 300

Publicado em 22/09/2020 às 18h02
Atualizado em 22/09/2020 às 18h02
Vitória - ES - Aplicativo Caixa Tem
Aplicativo Caixa Tem: tire suas dúvidas. Crédito: Vitor Jubini

Criado em abril para assistir financeiramente trabalhadores sem renda durante a pandemia do novo coronavírus, o auxílio emergencial do governo federal será pago até dezembro, mas com um valor menor, de R$ 300. Porém, muitos beneficiários ainda têm dúvidas quanto ao pagamento das novas parcelas e ao calendário de depósitos.

Pensando nisso, A Gazeta reuniu abaixo alguns canais de atendimento e caminhos para tirar dúvidas sobre o auxílio emergencial. São sites, aplicativos, telefones e tutoriais da Caixa que podem ajudar em caso de dificuldades.

CONSULTA DO PEDIDO PARA RECEBER O AUXÍLIO

Os canais para consulta ao resultado do pedido de análise do auxílio emergencial são os sites www.cidadania.gov.br/consultaauxilio e www.auxilio.caixa.gov.br/#/inicio. A consulta também pode ser feita diretamente no aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, lançado para inscrições no programa.

Vale lembrar, no entanto, que as inscrições para recebimento do benefício estão encerradas e não serão reabertas.

CONSULTA AO SALDO E EXTRATO NO CAIXA TEM

Para verificar se o depósito já foi creditado na conta poupança social digital da Caixa, ou mesmo obter o extrato e saldo da mesma, o caminho é o próprio aplicativo Caixa Tem

A Caixa disponibiliza um passo a passo para ver o saldo da sua conta e como você usou seu dinheiro, pelo extrato da conta. Veja clicando aqui.

CONSULTA AO CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS

Há vários calendários. O mais uniforme é o dos beneficiários do Bolsa Família. Eles recebem no mesmo dia que já receberiam o benefício assistencial, conforme o final do Número de Identificação Social (NIS). Já para os demais beneficiários, as datas variam de acordo com o mês de nascimento e quando foram iniciados os pagamentos.

Veja todos os calendários já divulgados clicando aqui.

CONSULTA SOBRE DIFICULDADES COM O APP PARA TIRAR DÚVIDAS

A Caixa disponibiliza diferentes canais de atendimento para tirar dúvidas quanto ao auxílio emergencial. No caso de beneficiários do Bolsa Família, o atendimento pode ser feito diretamente no aplicativo do programa (clique e veja como baixar).

Os cidadãos também podem entrar em contato pelo telefone  111. Há ainda o telefone 0800 726 0207, voltado exclusivamente para o atendimento de dúvidas de benefícios sociais de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Para dificuldades com o aplicativo e sistemas da Caixa, o contato deve ser feito com a central de suporte tecnológico do banco, pelos telefones 3004 1104, para capitais e regiões metropolitanas, e 0800 726 0104​​​, para demais regiões.

Há ainda uma central exclusiva para pessoas portadores da deficiência auditiva. O número é 0800 726 2492.

CONSULTA AO NÚMERO DE PARCELAS DE R$ 300

A extensão do benefício em até quatro novas parcelas não será para todos os trabalhadores. Como o pagamento será encerrado para todos os cadastrados em 31 de dezembro, o quantitativo de parcelas mensais que cada beneficiário receberá depende de quando começou a receber o auxílio emergencial. Ou seja, aqueles que receberem a quinta parcela de R$ 600 em setembro, receberão apenas três parcelas da extensão do auxílio.

Alguns beneficiários, porém, ficarão de fora da renovação. A extensão possui o limite de duas cotas por família, mas mães solteiras permanecem recebendo duas cotas. Pessoas que moram no exterior, por exemplo, estão excluídas e situações como presos em regime fechado e pessoas com indicativos de óbito serão identificadas com mais facilidade e excluídas.

As novas regras também excluem, por exemplo, dependentes de pessoas que tenham declarado Imposto de Renda, por terem recebido mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2019, ou quem conseguiu emprego formal. Tirando esses casos, a renovação é automática, não sendo necessário fazer um novo cadastro.

Tabela com parcelas do auxílio emergencial
Tabela com parcelas do auxílio emergencial. Crédito: Ministério da Cidadania

Os beneficiários ainda podem esclarecer as possíveis dúvidas por meio da página de perguntas frequentes sobre o auxílio emergencial no site do Ministério da Cidadania. Os canais de Ouvidoria do ministério, por meio dos telefones 121 e 0800 707 2003, também estão disponíveis para a população.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.