ASSINE

Vitória, Serra e Viana voltam para o risco baixo; confira o mapa

Com a melhora de indicadores da Covid-19, ao todo 23 municípios do ES terão menos restrições nas atividades sociais e econômicas a partir de segunda (28)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 25/06/2021 às 19h10
Comparativo entre o 60º e o 61º mapas de risco do Espírito Santo: diminuiu número de municípios no risco alto e moderado e aumentou as cidades no risco baixo
Comparativo semanal do mapa do ES: menos municípios nos riscos alto e moderado; mais no nível baixo . Crédito: Divulgação | Governo do Espírito Santo

Com a melhora gradativa dos indicadores da Covid-19 no Espírito Santo, o mapa de risco para a transmissão da doença também se apresenta mais favorável. Na Região MetropolitanaVitóriaSerra e Viana voltam ao risco baixo e, ao lado de outros 20 municípios com a mesma classificação, poderão diminuir as restrições das atividades econômicas e sociais. 

O novo mapa tem validade de segunda-feira (28) a domingo (4), e traz ainda a redução do número de cidades nos níveis alto, que agora só tem Anchieta e Mantenópolis, e moderado.  

Na classificação vigente até o domingo (27), há 5 cidades em risco alto, 58 no moderado e mais 15 no baixo. A partir de segunda, os mesmos níveis de classificação têm, respectivamente, 2, 53 e 23 municípios.

Nas cidades de risco alto e moderado, há mais restrições para funcionamento das atividades, com limitação de horários e dias. Somente a atividade educacional está liberada, sem reservas. Já nos municípios cuja classificação é baixa,  não há restrição para nenhuma atividade comercial, incluindo bares e restaurantes. Em qualquer nível de risco, porém, o uso de máscara e o distanciamento permanecem obrigatórios nos estabelecimentos. 

CONFIRA OS MUNICÍPIOS

RISCO BAIXO: Afonso Cláudio, Águia Branca, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Castelo, Colatina, Conceição do Castelo, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Jerônimo Monteiro, Mucurici, Muqui, Piúma, Ponto Belo, Santa Maria de Jetibá, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Roque do Canaã, Serra, Viana, Vila Pavão e Vitória.

RISCO MODERADO: Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Brejetuba, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Iúna, Jaguaré, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Teresa, São José do Calçado, São Mateus, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Valério e Vila Velha.

RISCO ALTO: Anchieta e Mantenópolis.

QUEDA NOS INDICADORES

Os dados foram apresentados pelo governador Renato Casagrande, em pronunciamento na noite desta sexta-feira (25). Ele falou que o número de casos ativos (pessoas ainda em condições de transmitir o coronavírus) vem reduzindo há 13 semanas, desde a implementação da quarentena em março, enquanto o de mortes apresenta 11 semanas seguidas de queda.

No pico da pandemia, o Espírito Santo atingiu a média móvel de 75 óbitos e, agora, está em torno de 16 - cinco se for só na Grande Vitória e 11 no interior, onde a desaceleração ocorre num ritmo mais lento.

Entretanto, Casagrande ressaltou que, embora os indicadores de casos e mortes por Covid-19 estejam diminuindo, a população não deve relaxar nas medidas de prevenção, como uso de máscaras, distanciamento social e higienização frequente das mãos. 

"E registro de novo: risco baixo não é ausência de risco. Ainda há risco e, para que possamos continuar avançando, e comemorar, precisamos continuar a tomar todos os cuidados", advertiu. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.