ASSINE

Primeiros voluntários de estudo são vacinados contra a Covid em Viana

Neste sábado (12) foi realizada a primeira etapa do projeto "Viana Vacina", que pretende imunizar toda a população de 18 a 49 anos da cidade; segunda etapa será neste domingo (13)

Publicado em 12/06/2021 às 20h05
Vacinação em Viana
Primeira etapa do projeto "Viana Vacinada" foi realizada neste sábado (12). Crédito: PMViana

Um total de 242 pessoas foram vacinadas neste sábado (12), em Viana, na primeira etapa do projeto que pretende imunizar a população da cidade com idades entre 18 a 49 anos contra a Covid-19. Eles fazem parte de um grupo menor, de 600 pessoas, escolhidas aleatoriamente, e convidado para coleta de sangue, com o objetivo de avaliar a capacidade de a meia dose gerar anticorpos de proteção.

Esses voluntários receberam antecipadamente a vacina Astrazeneca Oxford/Fiocruz. Já no domingo (13) acontece a vacinação em massa dentro do projeto "Viana Vacinada", que tem como objetivo avaliar a efetividade, segurança e a resposta  a meia dose do imunizante. 

Nos 600 voluntários selecionados será feita uma coleta de sangue (40 mL) antes da primeira e da segunda dose de vacina e após três, seis e doze meses da vacinação. Os resultados da dosagem de anticorpos que confirmam a resposta à vacina serão disponibilizados aos participantes que coletarem amostras de sangue.

Os primeiros vacinados receberam da equipe de profissionais do estudo orientações sobre o acompanhamento de doze meses que receberão ao longo do estudo. Magna Ferreira dos Santos participou desta primeira etapa. "Mesmo com a vacina, temos que manter o distanciamento social e quem puder deve, sim, ficar em casa. A vacina vem para acrescentar no combate à pandemia", comentou.

Outro participante do estudo, Júlio Cesar Pereira, era o único da casa em que mora que não tinha sido vacinado. "Como eu não era do grupo prioritário, estava sem a vacina. Quando fiquei sabendo pelas redes sociais do projeto fiquei interessado e me inscrevi", relatou.

MUTIRÃO NESTE DOMINGO (13)

A segunda etapa do Projeto Viana Vacinada acontece neste domingo (13) e tem como objetivo vacinar toda a população do município com idade entre 18 a 49 anos que não fazem parte de grupos prioritários, o que totaliza cerca de 30 mil moradores. O mutirão contará com a participação de 450 colaboradores da área da saúde do Estado. 

Os vacinados com meia dose (0,25ml) da vacina receberão, após 12 semanas, outra meia dose da vacina. Serão utilizadas doses da vacina Astrazeneca (Oxford/Fiocruz), doadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). Caso o objetivo de imunização de seja alcançado, todos os vacinados receberão outra dose de reforço e ficarão imunes ao coronavírus.

A eficácia da estratégia de vacinação com meia dose já foi testada e utilizada em outros momentos de emergência de saúde pública, como a epidemia de Febre Amarela, realizada com sucesso e que garantiu a vacinação do Brasil e da África.

O objetivo do estudo é avaliar a diminuição de números de casos do novo coronavírus, com internações e mortes, e parte da premissa de que há um grande número de pessoas que ainda não tem e não terão acesso à vacinação nos próximos meses.

A vacinação acontecerá em 35 postos distribuídos pelo município de Viana, com a participação e 450 colaboradores voluntários.

Também participam do estudo a equipe de pesquisadores do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes da Universidade Federal do Espírito Santo (Hucam-Ufes/EBSERH) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O projeto foi aprovado no Comitê de Ética do Hucam-Ufes e pela Comissão Nacional de Ensino e Pesquisa (Conep) e está sendo executado por meio de uma parceria entre o Ministério da Saúde (MS), Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), a Fiocruz, Hucam-Ufes, Secretaria da Saúde do Espírito Santo (Sesa), por meio do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), e Prefeitura Municipal de Viana.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Viana Coronavírus viana Vacinas contra a Covid-19

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.