ASSINE

Piscina desaba sobre garagem de edifício em Itaparica, Vila Velha

Segundo o porteiro do prédio, ninguém se feriu. Os moradores desocuparam o edifício, na noite desta quinta-feira (22)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 22/04/2021 às 22h31
Atualizado em 23/04/2021 às 06h20
Vila Velha
Piscina desaba em prédio de Itaparica. Crédito: Leitor A Gazeta

A piscina do edifício Parador, no bairro Itaparica, em Vila Velha, desabou sobre a garagem do prédio, na noite desta quinta-feira (22), por volta das 22h. De acordo com informações do porteiro, identificado como Carlos, ninguém ficou ferido. Ainda segundo o porteiro, os moradores desocuparam os apartamentos e evacuaram o local.

A médica Ana Paula Gonçalves mora no edifício há três anos. Ela contou que levou um grande susto: "Estava em casa conversando com uma amiga pelo celular quando ouvi uma explosão. De repente a campainha tocou, era minha vizinha de porta falando para eu sair imediatamente de casa porque a piscina tinha explodido. Quando eu cheguei na janela, vi um buraco imenso e aí eu vi que a piscina tinha desabado toda para a garagem do térreo e um cheiro de gás insuportável subiu".

Segundo a moradora, a piscina era aquecida e estava funcionando, mas chegou a ter problemas no ano passado. "A piscina não estava interditada agora, é uma piscina aquecida, a maior, mais frequentada, de raia de 25 metros. Ano passado ela ficou interditada por conta de um vazamento, ficamos uns três meses sem a piscina", disse Ana Paula Gonçalves.

O edifício Parador foi entregue pela construtora Argo em 2018. Demandada pela reportagem, a construtora informou, por meio de nota, que "está prestando a assistência necessária às famílias do prédio, além de colaborar com as autoridades e órgãos competentes para apurar as causas. Também reforça que não houve feridos".

DEFESA CIVIL ESCORA LOCAL E PREPARA FORÇA-TAREFA DE ENGENHEIROS

Segundo informações da TV Gazeta, pedaços de concreto da piscina ficaram espalhados pela rua. Por volta das 22h30, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros já estavam no imóvel. A rua da praia foi bloqueada após o ocorrido.

Piscina do Edifício Parador em foto divulgada no site da construtora
Piscina do Edifício Parador em foto divulgada no site da construtora. Crédito: Divulgação/Argo

O coordenador adjunto da Defesa Civil de Vila Velha afirmou, na noite desta quinta, que a equipe começou uma inspeção no local e também um trabalho de escoramento da laje. "Estamos fazendo a verificação do local. A laje da piscina cedeu, ela fica no primeiro andar, caiu na garagem, mas não teve nenhum carro esmagado, nenhum outro dano, nenhuma vítima. A primeira ação agora é a evacuação do prédio, por questões de segurança. Os moradores vão para um hotel disponibilizado pela construtora", disse Belenda.  

Vila Velha
Bombeiros chegam para atender a ocorrência em Itaparica. Crédito: Tiago Félix

Sobre o cheiro de gás que os moradores relataram, o coordenador adjunto da Defesa Civil afirmou que a tubulação foi fechada e não há risco de vazamento. "A estrutura está interligada com gás porque a piscina era aquecida. A empresa veio junto com o síndico, foi fechado o gás e a tubulação de água da rua também, não existe nenhum risco de vazamento", informou Belenda.

O QUE DIZ A PREFEITURA DE VILA VELHA

A Prefeitura de Vila Velha informou na madrugada desta sexta-feira (23) que a Defesa Civil Municipal estava no local e, com auxílio da Guarda Municipal, havia isolado o edifício e um trecho da Rua Itapemirim, próximo ao prédio.

"A piscina cedeu e o piso do estacionamento que recebeu o impacto ameaça a ceder também, porém, inicialmente não há risco estrutural iminente. A orientação aos moradores é de que deixem o local, que já está recebendo escoramento realizado pela construtora responsável. A Defesa Civil irá fazer nova avaliação pela manhã", disse.

Segundo a prefeitura, ao todo, são 90 apartamentos no edifício e o gás foi desligado. 

CREA FARÁ VISTORIAS

Por meio de nota, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) informou que realizaria na manhã desta sexta-feira (24/4), às 7 horas, vistorias técnica e fiscal no Edifício Parador, em Itaparica, Vila Velha, onde uma piscina desabou sobre a garagem do prédio nesta quinta-feira à noite.

"Equipes de fiscais e especialistas do Conselho estarão no local para analisar a situação, buscar identificar as possíveis causas do acidente, verificar registros de projetos e de responsabilidade técnica. A previsão é de que o trabalho dos engenheiros especialistas do Conselho prossiga durante todo o dia.

A instituição continua na sua missão educativa, orientativa e punitiva alertando para que obras e serviços de Engenharia, Agronomia e Geociências sejam realizados por empresas e profissionais legalmente habilitados", finalizou a nota.

EM 2016, PISCINA DESABOU EM CONDOMÍNIO NA ENSEADA DO SUÁ

Desabamento do Grand Parc, em Vitória
Desabamento do Grand Parc, em Vitória. Crédito: Arquivo/ A Gazeta

Em julho de 2016, um desabamento envolvendo um complexo de piscinas da área de lazer do condomínio Grand Parc, na Enseada do Suá, em Vitória, resultou na morte do porteiro Djair das Neves. Por causa do desabamento, os moradores tiveram que deixar os apartamentos. Após três anos de obras e melhorias, o prédio entregue aos proprietários em agosto de 2019.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.