ASSINE

Motorista flagra homem carregando placa e poste em rua de Vila Velha

Na manhã desta terça-feira (20), o motorista de aplicativo Taiglo Coura se deparou com um homem carregando os objetos no bairro Itapuã. O detalhe é que avenida indicada na placa é do bairro Coqueiral de Itaparica

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 20/04/2021 às 17h07
Vila Velha
O homem com a placa da Avenida Santa Leopoldina, em Itaparica, foi flagrado no bairro Itapuã. Crédito: Taiglo Coura | Internauta

Ainda era bem cedo quando o motorista de aplicativo Taiglo Coura, de 33 anos, se deparou com uma cena inusitada na manhã desta terça-feira (20). Às 6h40, quando estava parado em um semáforo no bairro Itapuã, em Vila Velha, aguardando para prosseguir com a corrida do cliente que estava no banco traseiro, ele viu um homem carregando não apenas uma placa de identificação viária, como também o poste que serve de suporte para a sinalização.

"Eu pego no serviço por volta das 4h da madrugada diariamente. Quando estava em Itapuã, o passageiro falou comigo que havia um homem carregando uma placa. Parei então no sinal, deixei ele me passar, peguei o telefone e filmei. Se olharem bem, vão ver que é uma placa da Avenida Santa Leopoldina, que fica em Coqueiral de Itaparica. Ou seja, ele pegou ou recebeu o poste com a placa e já estava em Itapuã quando o encontrei", detalhou o motorista de veículo por aplicativo.

VEJA O FLAGRANTE

Taiglo disse ainda que até ficou com receio de uma reação por parte do homem que carregava o poste com a placa, mas decidiu filmar para mostrar que, na visão dele, este tipo de ação só ocorre porque há quem compre o material.

"Antigamente as placas eram de alumínio, mas hoje são feitas de material barato, praticamente sem valor comercial. Isso só tem utilidade para ferro-velho, e olhe lá. Infelizmente tem quem compre, por isso seguem roubando e provocando prejuízos aos cofres públicos. Eles roubam fios, placas com endereços e até sinalização de trânsito. Eu conheço bem a região, mas para quem é de fora, a falta delas pode deixar as pessoas confusas", complementou Taiglo.

De fato a percepção dele de que incidentes do tipo estão mais comuns não é equivocada. Quase que semanalmente as guardas municipais da Grande Vitória e também a Polícia Militar realizam apreensões de materiais roubados e receptadores.

PREFEITURA

Embora o flagrante tenha sido registrado pelo motorista, a Prefeitura de Vila Velha informou através de nota que a Guarda Municipal não foi acionada para esta ocorrência. A reportagem de A Gazeta também questionou a quantidade de ocorrências similares na cidade neste ano, porém a resposta foi de que e não há registro anterior de outro furto como este.

A Polícia Militar também foi demandada, mas até o momento da publicação não houve retorno por parte da assessoria de imprensa da PM. Assim que houver resposta, este texto será atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.