ASSINE

Ônibus poderão voltar a fazer viagens com 100% da capacidade no ES

Decisão foi anunciada pelo governador nesta sexta-feira (14) e vale a partir de segunda (17) para ônibus intermunicipais e interestaduais. Até então, limite máximo era 75%

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 14/05/2021 às 19h33
Placa indicativa Rodoviária de Vitória
Ônibus interestaduais e intermunicipais poderão operar com 100% da capacidade. Crédito: Carlos Alberto Silva

O governo do Espírito Santo autorizou que os ônibus intermunicipais e interestaduais voltem a circular com 100% da capacidade a partir de segunda-feira (17).  O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande no fim da tarde desta sexta (14). Ele afirmou que o número de casos, mortes e a taxa de ocupação dos leitos vêm caindo há cinco semanas, o que permitiu uma flexibilização das regras para o setor de transportes.

Até então, era autorizado que as empresas vendessem apenas 75% das cadeiras disponíveis para cada ônibus. A partir de segunda, elas voltam a ser autorizadas a vender todos os bilhetes.

Já os coletivos do sistema Transcol tiveram os horários de funcionamento ampliados e vão circular entre 5h e meia noite também a partir de segunda.

Como a cidade de Vitória passou para o risco moderado, o que implica em ampliação de horário de funcionamento do comércio, bares e restaurantes, a disponibilidade dos coletivos também precisou acompanhar e ser ampliada.

Pronunciamento de Casagrande
Novo Mapa de Risco que vale a partir de segunda (17) no ES. Crédito: Divulgação | Governo do Espírito Santo

Veja abaixo como fica o funcionamento em cada classificação de risco.

RISCO ALTO - 28 cidades

Comércio

  • Comércio de rua não essencial abre de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e, no sábado, das 10h às 14h. Não pode funcionar aos domingos.
  • Os shoppings podem funcionar de segunda a sexta-feira, de 12h às 20h e, no sábado, das 12h às 16h.
  • As restrições não valem para estabelecimentos essenciais, que são farmácias, comércio atacadista, distribuidoras de gás de cozinha e de água, supermercados, padarias, lojas de produtos alimentícios, lojas de cuidados animais e insumos agrícolas, postos de combustíveis, borracharias, oficinas mecânicas, casas lotéricas e bancos.

Bares e restaurantes

  • As lanchonetes, cafeterias, restaurantes, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas podem funcionar entre 10h e 20h de segunda a sexta-feira, e das 10h às 16h no sábado.
  • É proibido o consumo presencial de bebidas alcoólicas e a venda nas modalidades take away e drive thru em distribuidoras de bebidas, lojas de conveniência e similares.
  • Os restaurantes em shoppings  podem funcionar das 12h às 20h de segunda à sexta-feira, e no sábado das 12h às 16h.
  • Bares não abrem.

RISCO MODERADO - 32 cidades

Comércio

  • Funciona normalmente, sem restrição de dia ou horário.
  • Limite de um cliente a cada 10m² de área de loja
  • Em shoppings, limitação da entrada de clientes na proporção de uma pessoa por 22 m².

Bares e restaurantes

  • Bares, lanchonetes, restaurantes, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas podem funcionar de segunda a sábado, das 7h às 22h e, no domingo, das 7h às 16h.
  • Limitação de um cliente a cada 5m² de estabelecimento.
  • Afastamento mínimo de dois metro entre as mesas.
  • Boates não têm autorização de funcionar.

RICOS BAIXO - 18 cidades

  • Não há restrição de dia ou horário para nenhuma atividade comercial, incluindo bares e restaurantes.
  • Estabelecimentos ainda têm que manter medidas preventivas de redução do rico de contágio, como uso de máscara por clientes e trabalhadores, disponibilização de álcool em gel e manutenção do distanciamento social.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.