ASSINE

ES vai usar segundas doses para antecipar vacinação contra a Covid-19

Estado fará a distribuição da reserva quando Ministério da Saúde confirmar envio de lote; imunizantes para segunda dose seguem garantidos

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 23/03/2021 às 19h14
 GERAL - BRASILIA, COVID-19, VACINAÇÃO DRIVE-THRU CORONAVAC -Profissional de saúde nesta quinta-feira, 18 de março, prepara uma dose da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, antes de aplicar em idoso em um drive-thru. 18/03/2021
Espírito Santo tem mais de 227 mil vacinados com primeira dose e mais de 74 mil com a segunda. Crédito: Mateus Bonomi/Agif  - Estadão Conteúdo

Espírito Santo vai antecipar e ampliar a vacinação dos capixabas com a primeira dose de vacinas contra a Covid-19. No pronunciamento desta terça-feira (23), o secretário de saúde Nésio Fernandes revelou que está orientando os municípios a trabalharem com "estoque zero" de imunizantes.

"As doses que chegaram recentemente serão todas usadas para primeira dose. As vacinas que chegarem devem ser aplicadas o mais rápido possível em toda a população. Não tem problema se as vacinas acabaram em dois dias. Precisamos que todo o estoque seja aplicado", afirmou categoricamente.

Nésio Fernandes

Secretário de Saúde do Espírito Santo

"Precisamos vacinar rapidamente a população com toda a quantidade de vacina disponível no Espírito Santo"

No entanto, apesar da orientação e da antecipação, a segunda dose do imunizante continuará sendo garantida para quem tomar a primeira. A estratégia do Estado é distribuir as que estão reservadas conforme houver a confirmação do envio de novas remessas pelo Ministério da Saúde.

"O Ministério já confirmou que nesta quinta-feira (25) teremos mais um lote de vacinas. Assim que o Governo Federal confirmar o quantitativo, vamos liberar as doses para antecipar a distribuição aos municípios, e as que chegarem iremos preservar para a segunda dose", explicou Nésio.

ES SEGUE NEGOCIANDO VACINAS

Durante o pronunciamento desta terça-feira (23), o secretário Nésio Fernandes também reforçou que o Governo Estadual segue negociando com as fabricantes de vacinas contra a Covid-19. "Temos a esperança de fazer a aquisição e imunizar rapidamente a população capixaba", disse.

VACINA NÃO É PASSE LIVRE

Vale lembrar que mesmo após a segunda dose e do período para que o organismo produza a devida reposta imunológica, quem tomou a vacina não está completamente imune à Covid-19. Além de que ainda faltam estudos para confirmar a eficácia da vacina sobre as novas variantes do coronavírus.

"Já temos relatos de infecção de pacientes que tiveram a doença no ano passado, foram vacinados e contraíram a Covid-19 após 28 dias da vacinação. Tiveram sintomas leves, mas é um alerta. Quem está vacinado ainda vive em ambiente de circulação do vírus. Não pode aglomerar e deve usar máscara", orientou Nésio.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Ministério da Saúde Governo do ES SESA Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 nesio fernandes Pandemia Vacinas contra a Covid-19

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.