ASSINE

ES recebe mais cinco pacientes com Covid-19 de Rondônia

A crise da saúde no Norte do país levou o Espírito Santo a disponibilizar leitos para pacientes graves também do Estado do Amazonas

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 09/02/2021 às 20h55
Atualizado em 09/02/2021 às 23h59
Primeiro paciente vindo de Rondônia que chegou neste domingo, às 14h, no Aeroporto de Vitória. O paciente foi transferido para o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves.
Primeira paciente de Rondônia chegou no domingo à tarde ao Aeroporto de Vitória em uma UTI aérea. Crédito: Helio Filho/Secom ES

Mais cinco pacientes de Rondônia, que se encontram em estado grave  devido à infecção pelo coronavírus, chegaram ao Espírito Santo. Agora, são seis rondonienses internados em Unidades de  Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dr. Jayme Santos Neves, na Serra

De avião, três pacientes chegaram na segunda-feira (8)  e outros dois nesta terça-feira (09) ao Estado. A decisão de receber mais pacientes vindos do Norte do país foi tomada pelo governador Renato Casagrande devido ao colapso da rede de saúde de Rondônia. 

A primeira a chegar foi uma mulher, de 52 anos, que veio para dar continuidade ao tratamento contra a Covid-19 em solo capixaba. Segundo a Sesa, "o acolhimento a esses pacientes acontece em função da atual situação de grave crise sanitária naquele Estado, com registros de falta de leitos de UTI", registrou, em nota.

CRISE SAÚDE

Rondônia possui menos de 300 leitos de UTI e não tem como atender todos os doentes graves de coronavírus. As transferências estão sendo feitas por meio do serviço de UTI aérea, contratado pelo governo do Estado de Rondônia. O processo de regulação acontece em parceria entre as secretarias de saúde dos Estados.

"O SUS se organiza e se mobiliza para responder a esta grave crise sanitária que vivenciamos. Temos plenas condições de receber estes pacientes sem comprometer a garantia do acesso dos capixabas aos leitos Covid. Há 14 dias registramos no Estado uma queda da ocupação hospitalar. Estamos há uma semana com menos de 500 pacientes/dia internados”, descreveu o secretário Nésio Fernandes, na chegada do primeiro paciente no domingo (7). 

Todos ficarão em leitos de UTI, passarão por avaliação médica e ficarão em setor separado, inclusive dos pacientes de Manaus. O Serviço de Assistência Social estará em constante monitoramento de evolução do quadro clínico com apresentação de boletins diários que serão por telefone e webconferência.

PACIENTES DE MANAUS

Outros 36 pacientes, vindos de Manaus, no Amazonas, também foram atendidos no hospital localizado na Serra. Cinco deles já receberam alta e retornaram para suas casas. Quatro morreram em decorrência de comorbidades e complicações da Covid-19.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde informou que dos pacientes manauaras que seguem hospitalizados, cinco encontram-se em UTIs e 21 estão na enfermaria. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Amazonas Rondônia Coronavírus no ES espírito santo Hospital Dr Jayme Santos Neves

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.