ASSINE

ES libera vacina para idosos a partir de 60 anos e antecipa imunização

A vacinação será por etapas, à medida que chegarem novas doses e seguindo a ordem de faixa etária estabelecida em resolução da Secretaria de Estado da Saúde

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 17/02/2021 às 16h32
Atualizado em 17/02/2021 às 21h01
Vacina Coronavac
Nova remessa de Coronavac é esperada para a próxima semana. Crédito: Carlos Alberto Silva

A imunização contra a Covid-19 para as pessoas com mais de 60 anos foi autorizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)Ela ocorrerá de maneira descendente, à medida que idosos com mais idade forem sendo vacinados. E, para agilizar esta ação, o Estado decidiu utilizar as doses que estavam sendo guardadas para a segunda aplicação.

"Decidimos antecipar a vacinação dos idosos com doses preservadas para segunda aplicação naqueles que receberam a primeira dose. Acreditamos que a pressa e a velocidade devem ser perseguidas por todos os gestores. Estaremos antecipando doses para imunizar novos grupos de idosos no nosso Estado", explicou o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

Porém, apesar da autorização, a vacinação das pessoas com 60 anos ou mais não ocorrerá de imediato, mas à medida que forem chegando novas doses do imunizante contra a Covid-19. Outro ponto importante é que deverá seguir a ordem de prioridade estabelecida na Resolução CIB 013/2021, que é a seguinte:

  • 85 a 89 anos
  • 80 a 84 anos
  • 75 a 79 anos
  • 70 a 74 anos
  • 65 a 69 anos
  • 60 a 64 anos

Neste momento, quase todos os municípios capixabas já estão concluindo a vacinação dos que possuem 90 anos ou mais. Feito isto, poderão passar para a faixa etária anterior (85 a 89 anos) até chegar a última, de 60 a 64 anos.

De acordo com o secretário Nésio Fernandes, o município não precisará concluir toda a vacinação de uma faixa etária para avançar na imunização. Na prática, se a gestão municipal conseguir vacinar 90% de um grupo de idosos, já pode avançar para o público seguinte, a exemplo das cidades que imunizaram os que têm mais de 90 anos e, agora, já começam a atender aqueles da faixa etária de 85 a 89.

A estratégia está sendo adotada porque o Espírito Santo aguarda receber nos próximos dias uma nova remessa de doses. “Iremos receber a partir da próxima semana um lote importante da vacina do Butantan”, disse o secretário ao se referir à Coronavac. Elas poderão ser utilizadas também para a segunda aplicação do público que já recebeu a primeira dose.

Nésio reafirmou que, mesmo os que já receberam a primeira dose, precisam manter as medidas sanitárias de proteção. “Precisamos destacar que quem está vacinado, não está imunizado com a máxima eficácia da vacina. É necessário aguardar a segunda dose e, depois disso, esperar mais 15 ou 20 dias para a eficácia esperada. Estamos otimistas."

Alguns municípios da Grande Vitória, como é o caso de Cariacica e Vitória, já iniciaram a vacinação de pessoas com menos de 90 anos. Serra e Vila Velha também já iniciaram o agendamento on-line para os idosos da nova fase.

OS IMUNIZADOS

De acordo com o Plano Nacional de Vacinação (PNI), nesta primeira fase vão ser imunizados os trabalhadores da saúde, idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência, e indígenas. E foram incluídos os idosos com 75 anos ou mais. Ocorre que, por não ter vacina em quantidade suficiente para todos deste grupo, foram priorizadas as pessoas com 90 anos ou mais.

Até o momento, já foram vacinados todos os indígenas, os idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência. A maioria das cidades também já imunizou as pessoas com 90 anos ou mais. E passaram agora a vacinar os que estão na faixa etária abaixo dos 90. Paralelamente, também está sendo realizada a vacinação dos trabalhadores da saúde.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.