ASSINE

Coronavírus: Barra de São Francisco adia inauguração da rua de lazer

A administração municipal justificou a decisão com o aumento dos casos positivos de Covid-19 na cidade. A realização do evento tinha gerado diversos comentários negativos em uma rede social, onde o convite foi postado

Colatina
Publicado em 15/01/2021 às 18h29
Centro de Barra de São Francisco, no Noroeste do ES
Centro de Barra de São Francisco, no Noroeste do ES. Crédito: Prefeitura de Barra de São Francisco

Depois de convidar a população para a rua de lazer neste final de semana, a Prefeitura de Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo, voltou atrás e anunciou o cancelamento do evento na tarde desta sexta-feira (15). Em nota, a administração municipal justificou a decisão com o aumento dos casos do novo coronavírus na cidade. A realização do evento gerou diversos comentários negativos em uma rede social, onde o convite foi postado.

“A Prefeitura de Barra de São Francisco, em função do aumento da incidência de casos de Covid no município, comunica que fica adiado o lançamento do Projeto Rua de Lazer, previsto para ser feito a partir deste final de semana”, informou a nota.

PRefeitura
Em função do coronavírus, Barra de São Francisco adia rua de lazer. Crédito: Reprodução

O Executivo destacou que a rua de lazer será implantada “assim que houver o aval das autoridades sanitárias e se tiver segurança necessária à saúde de todos os participantes”.

A administração municipal finalizou o comunicado pedindo que as pessoas colaborem com a vida. “Use máscaras, higienize as mãos, mantenha distanciamento social e, se puder, fique em casa. Juntos, somos mais fortes. Juntos, mas com distância segura, vamos vencer essa doença”.

ENTENDA O CASO

Na última terça-feira (12), reportagem de A Gazeta mostrou que mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, a prefeitura divulgou um convite para que a população participasse de uma rua de lazer aos finais de semana. “Você poderá convidar seus amigos e levar sua família para passear e se divertir pela avenida de nosso município”, dizia o comunicado.

Além das atividades de lazer, a administração municipal informou que estavam previstos shows para os domingos. A realização dos eventos tinha gerado diversos comentários negativos em uma rede social, onde o convite foi postado.

Convite foi divulgado pela rede social da Prefeitura de Barra de São Francisco
Convite foi divulgado pela rede social da Prefeitura de Barra de São Francisco . Crédito: Reprodução

A medida em Barra de São Francisco representou um alerta para a possibilidade da disseminação da doença no município.

Procurada pela reportagem, a Pós-doutora em Epidemiologia pela Johns Hopkins University e professora titular da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Ethel Maciel destacou ser temerária a realização desse tipo de atividade. “Eu acho muito inadequado nesse momento que estamos vendo um aumento no número de mortes no Espírito Santo. É muito preocupante, temerário eu diria, que tenha esse tipo de chamamento para as pessoas. É totalmente inadequado para esse momento. Não é hora de aglomeração”, afirmou a especialista.

Procurada para falar sobre a medida, a administração municipal encaminhou uma nota assinada pelo prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD). “Todo mundo já caminha e anda pelas ruas da cidade, livremente, a prefeitura está apenas criando um lugar seguro pras pessoas fazerem suas caminhadas, que fazem correndo riscos pelas estradas . As praias estão cheias e as pessoas paradas, muitos fazem festas e dançam, isso sim é aglomeração e é proibido, mas caminhar ao ar livre e de máscara é permitido. Estamos de olho e vamos fiscalizar”, afirmou na ocasião.

Questionada sobre a realização dos shows que estavam descritos no convite, o Executivo afirmou que eles não iriam acontecer no momento. Segundo a administração municipal, o evento fecharia um trecho da Avenida Jones dos Santos Neves, no Centro da cidade. De acordo com o convite, a iniciativa estava prevista para acontecer todos os sábados e domingos, e teria sua primeira edição neste final de semana, em 16 de janeiro.

CORONAVÍRUS EM BARRA DE SÃO FRANCISCO

De acordo com dados do Painel Covid-19, atualizado diariamente pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Barra de São Francisco contabiliza 1.857 casos confirmados do novo coronavírus. Desses, 55 morreram vítimas de complicações da doença, 1.692 são considerados curados. A taxa de letalidade na cidade é de 3%.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.