> >
Como fica o pedágio da Terceira Ponte com o fim do contrato da Rodosol

Como fica o pedágio da Terceira Ponte com o fim do contrato da Rodosol

Para facilitar a vida de quem faz a travessia entre Vitória e Vila Velha, a reportagem de A Gazeta preparou um 'tira-dúvidas'

Publicado em 28 de novembro de 2023 às 18:05- Atualizado há 3 meses

Ícone - Tempo de Leitura 2min de leitura
Praça do Pedágio da Terceira Ponte, em Vitória
O contrato de concessão da Terceira Ponte com a Rodosol será encerrado em menos de um mês. (Arquivo AG)
Maria Fernanda Conti
[email protected]

A concessão da Terceira Ponte será transferida para a Companhia de Transportes Coletivos do Estado (Ceturb-ES), a partir do dia 22 de dezembro, e algumas mudanças estão previstas pela nova gestão. Uma das maiores expectativas é em relação ao pedágio, que deve sofrer alterações nos preços, segundo informou o governo estadual. A administração já adiantou, no entanto, que o sistema de cobrança continuará existindo.

Para facilitar a vida de quem faz a travessia entre Vitória e Vila Velha, a reportagem de A Gazeta preparou um 'tira-dúvidas' sobre como deve ficar a situação após o fim da concessão da Rodosol, atual administradora da Terceira Ponte. Confira abaixo.

O pedágio vai deixar de existir?

  • Não! A justificativa, segundo informou o governador Renato Casagrande em uma coletiva de imprensa, é que o Estado não tem como assumir integralmente os custos de uma operação – que inclui serviços ao usuário como guincho e ambulância, monitoramento por câmeras, remoção de animais, entre outros.
  • Apesar disso, algumas mudanças são previstas, principalmente em relação aos valores cobrados no pedágio. 

E o preço?

  • Um estudo preliminar feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) que vai definir os novos preços dos pedágios da Terceira Ponte e da Rodovia do Sol. Os resultados, porém, ainda não foram divulgados. 
  • Em entrevista à Rádio CBN Vitória, o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fabio Damasceno, garantiu que a tarifa não sofrerá aumento. Ou seja, poderá ser apenas reduzida ou mantida. 
  • A Fipe é a empresa contratada pelo governo para preparar a modelagem para a nova concessão da Terceira Ponte e da Rodovia do Sol. O estudo completo que vai embasar o novo edital só deve sair no próximo ano. 
  • Atualmente, os valores do pedágio variam entre R$ 1,40 e R$ 16,80.

Quando passará a valer?

  • Casagrande confirmou também que o valor do pedágio mudaria já a partir do dia 22 de dezembro, quando começa o contrato da Ceturb.

E as formas de pagamento?

  • Nenhuma informação dessa natureza foi divulgada pelo Governo do Estado.

Os funcionários serão demitidos?

  • A Ceturb informou que a contratação das equipes é responsabilidade das empresas que vencerem o certame.

Um pouco da história da Terceira Ponte

Errata Atualização
30 de novembro de 2023 às 16:49

Após a publicação desta matéria, o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fabio Damasceno, deu outros detalhes sobre a nova concessão em entrevista à Rádio CBN Vitória. O texto foi atualizado.

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

A Gazeta integra o

The Trust Project
Saiba mais