ASSINE

Sedu do ES divulga edital de concurso público com 1.500 vagas

Oferta é de 800 para professores, 100 para pedagogos e 600 para agentes de suporte educacional; salário pode chegar a R$ 4.975,43

Tempo de leitura: 3min
Vitória
Publicado em 25/01/2022 às 07h56
Sedu
Sedu vai ampliar quadro de servidores . Crédito: Carlos Alberto Silva

A Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo (Sedu) divulgou nesta terça-feira (25) o edital de abertura do concurso público com 1.500 vagas, sendo 800 para professores, 100 para pedagogos e 600 para agentes de suporte educacional. O salário pode chegar a R$ 4.975,43.

Para concorrer ao cargo de agente de suporte educacional, é necessário ter o ensino médio, enquanto que para professores e pedagogos a exigência é ter nível superior. 

As oportunidades foram distribuídas da seguinte maneira:

Este vídeo pode te interessar

  • Professor B -  Arte (65)
  • Professor B - Biologia/Ciências (83)
  • Professor B - Educação Física (25)
  • Professor B - Filosofia (5)
  • Professor B - Física (25)
  • Professor B - Geografia (60)
  • Professor B - História (50)
  • Professor B - Língua Inglesa  (26)
  • Professor B - Língua Portuguesa (206)
  • Professor B - Matemática (232)
  • Professor B - Química (18)
  • Professor B – Sociologia (5)
  • Professor P - Pedagogo (100)
  • Agente de suporte educacional (600)

O subsídio para os professores é de R$ 2.700 para portador de curso de licenciatura plena ou Programa Especial de Formação Pedagógica; R$ 2.835 para quem tem pós-graduação; R$ 3.685,50 para os profissionais que tenham mestrado; e R$ 4.975,43 para os com doutorado. Já a remuneração do agente de suporte educacional é de R$ 1.889,72.

A carga horária dos docentes é de 25 horas semanais, mas mediante complementação pode chegar a 35 ou 40 horas, conforme necessidade da Sedu. Os agentes terão jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As inscrições poderão ser feitas das 10 horas do dia 28 de janeiro até as 14 horas de 18 de fevereiro de 2022, no site da Fundação Carlos Chagas, empresa organizadora do certame. 

A taxa de participação dos professores e pedagogos é de R$ 81,25 e para os agentes de R$ 66,25.

Podem pedir isenção do valor os candidatos que:

  • Estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
  • Forem membros de família de baixa renda;
  • Doadores de medula óssea;
  • Pessoa física que se declara isenta da apresentação de Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física no momento da inscrição no concurso 
  • E eleitores convocados e nomeados pela Justiça Eleitoral do Espírito Santo. 

A seleção será composta por duas fase. Na primeira, haverá exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de provas objetivas e de prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório. Já a segunda etapa contará com avaliação de títulos, de caráter classificatório, exclusivamente para os cargos de professor P (pedagogo) e professor B.

As provas objetivas e discursiva serão realizadas nas cidades de Vitória, Afonso Cláudio, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Cariacica, Guaçuí, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Serra e Vila Velha, conforme opção de município indicado pelo candidato no momento da inscrição. 

Os testes estão previstos para serem aplicados no dia 27 de março. No período da manhã, farão as provas os candidatos ao cargo de agente de suporte educacional e a tarde será a vez dos inscritos para as funções de professores e pedagogos.

O concurso público da Sedu terá validade de seis meses a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

Correção

25 de Janeiro de 2022 às 15:20

A versão anterior da reportagem trazia números incorretos de vagas para os cargos de professor de Educação Física, Física, História, Língua Inglesa e Química. O texto foi corrigido com o quantitativo correto de vagas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.