ASSINE

Veja o que estudar para o concurso da Secretaria de Educação do ES

Processo seletivo da Sedu contará com avaliações objetivas e discursivas. Vagas são para professores, pedagogos e agentes de suporte educacional

Tempo de leitura: 3min
Vitória
Publicado em 25/01/2022 às 18h31

As provas objetivas e discursivas do concurso público com 1.500 vagas da Secretaria de Estado da Educação (Sedu) serão aplicadas no dia 27 de março. E faltando dois meses para os exames, os candidatos devem se organizar para estudar o conteúdo e conquistar a tão sonhada carreira no magistério. O edital da seleção foi publicada pelo governo do Estado nesta terça-feira (25).

O coordenador e professor das carreiras educacionais do Gran Cursos Online, Willian Dornelas, ressalta que ainda dá tempo de se preparar. O primeiro passo, segundo ele, é ter planejamento para poder focar nos tópicos do edital que o candidato tem mais dificuldade. É preciso ter disciplina para seguir um cronograma de conteúdos, fazer exercícios e ainda revisar todos eles.

“Acredito que a melhor forma de estudar é resolver muitas questões. O ideal é que o candidato faça uma avaliação dos tópicos que têm mais dificuldade e foque na parte teórica desse conteúdo. Já para aqueles assuntos que têm mais facilidade, é melhor ir direto para as questões. Desta forma, o concurseiro ganha tempo, ou seja, usa a técnica do estudo reverso: exercícios depois teoria”, afirma o professor.

Este vídeo pode te interessar

Dornelas observa que o candidato também deve dar atenção à parte discursiva, porque ela pode eliminar muita gente, especialmente quem não está preparado.

“Também é preciso focar na parte de conhecimentos pedagógicos. Isso porque trata-se de um concurso na área de educação. A maior parte das questões será sobre legislação educacional e também sobre as bases psicológicas”, destaca.

Estudo para concurso público
Resolver questões é uma boa estratégia de preparação. Crédito: Freepik

O QUE CAI NA PROVA

Nos testes objetivos, os inscritos terão que responder a 60 questões de múltipla escolha, distribuídas de maneiras diferentes a depender do cargo:

Agente de suporte educacional

  • Conhecimentos Básicos:
  • Língua Portuguesa: 15 questões;
  • Uso de tecnologia na educação e Informática Básica: 6 questões;
  • Atualidades: 4 questões.
  • Conhecimentos Específicos:
  • Legislação Básica: 18 questões;
  • Redação de expedientes: 5 questões;
  • Noções de relações humanas: 4 questões;
  • Noções de Matemática e Raciocínio lógico: 8 questões.

Professor e pedagogo

  • Conhecimentos Básicos:
  • Língua Portuguesa: 12 questões;
  • Psicologia na Aprendizagem: 3 questões;
  • Conhecimentos Pedagógicos: 7 questões;
  • Uso de tecnologia na educação e Informática Básica: 3 questões.
  • Conhecimentos Específicos:
  • Diretrizes, parâmetros, medidas e dispositivos legais para a Educação: 15 questões;
  • Componente curricular do professor B ou P: 20 questões.

Ainda na primeira etapa, haverá avaliação discursiva, que será aplicada no mesmo dia das provas objetivas. Os candidatos ao cargo de agente de suporte educacional terão que elaborar uma redação. Será necessário desenvolver texto dissertativo-argumentativo a partir de proposta única, sobre assunto de interesse geral não atrelado necessariamente ao Conteúdo Programático de Conhecimentos Específicos. O inscrito terá que escrever entre 20 e 30 linhas.

Já para os professores e pedagogos será exigido um estudo de caso. O candidato deverá apresentar, por escrito, as soluções. Os temas versarão sobre conteúdo pertinente aos Conhecimentos Específicos. A seleção ainda terá uma avaliação de títulos, de caráter classificatório.

A aplicação está marcada para o dia 27 de março no período da manhã para agente de suporte educacional e no turno da tarde para professor e pedagogo.

Os exames serão feitos nas cidades de Vitória, Afonso Cláudio, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Cariacica, Guaçuí, Linhares, Nova Venécia, São Mateus, Serra e Vila Velha, no Estado do Espírito Santo, conforme opção indicada no formulário de inscrição.

As inscrições poderão ser feitas das 10 horas do dia 28 de janeiro até as 14 horas de 18 de fevereiro de 2022, no site da Fundação Carlos Chagas, empresa organizadora do certame. www.concursosfcc.com.br.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.