ASSINE

Cidade do ES que já foi a mais quente do país em 2022 registra 9,8 °C

O Espírito Santo não chegou a bater o recorde de quinta-feira (19), o dia mais frio do ano no Estado, mas algumas cidades registraram mínimas históricas

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 20/05/2022 às 12h03
Ecoporanga, que já foi a mais quente do país em 2022, registrou 9,8ºC nesta sexta-feira (20). Crédito: Amunes
Ecoporanga, que já foi a mais quente do país em 2022, registrou 9,8ºC nesta sexta-feira (20). Crédito: Amunes

A massa de ar polar sobre o território capixaba tem mudado mesmo o tempo no Estado. A cidade de Ecoporanga, no Noroeste do Espírito Santo, que chegou a ser classificada como a mais quente do Brasil em 2022, bateu recorde de frio, registrando 9,8ºC nesta sexta-feira (20). O índice é o mais baixo desde o início das medições na localidade em 2017. 

Os dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Incaper mostram que o município foi o mais quente do país, por duas vezes consecutivas, nos dias 30 e 31 de março. Os termômetros atingiram 36,5ºC e 37,5ºC, respectivamente, liderando a lista das cidades brasileiras mais quentes.

Também na Região Noroeste, o município de Marilândia chegou aos 8,9°C foi o menor desde março de 2017. Esse registro só não é inferior ao observado na estação meteorológica convencional em que o termômetro marcou 8,0°C no dia 11 de junho de 1985.

Com a massa de ar polar ainda afetando o Espírito Santo, outras cidades bateram recordes de frio nesta sexta-feira (20), em relação a quinta-feira (19), o dia mais frio do ano no território capixaba. Confira abaixo.

  1. São Mateus (Inmet): 10,8°C
  2. Presidente Kennedy (Inmet): 13,7°C
  3. Nova Venécia (Inmet): 10,1°C
  4. Marilândia (Inmet): 8,9°C
  5. Linhares (Inmet): 13,7°C
  6. Ecoporanga (Inmet): 9,8°C
  7. Alfredo Chaves (Inmet): 11,6°C
  8. Alegre (Inmet): 10,1°C
  9. Pacotuba, Cachoeiro de Itapemirim (Incaper): 10,4°C
  10. Iúna (Incaper): 5,4°C

Alguns municípios também ficaram com as temperaturas amenas, mas não chegaram a registrar novos recordes. Veja a lista a seguir.

  1. Vila Velha (Inmet): 12,5°C
  2. Vitória (Inmet): 13,3°C
  3. Venda Nova do Imigrante (Inmet): 5,8°C
  4. Santa Teresa (Inmet): 9,7°C
  5. Afonso Cláudio (Inmet): 9,3°C
  6. Aracê, Domingos Martins (Incaper): 4,6°C

OUTROS DESTAQUES

Em Alfredo Chaves, a estação meteorológica automática do Inmet mediu a temperatura de 11,6°C, a menor em 15 anos, sendo 0,1 °C inferior ao registrado em 21 de agosto de 2010. Esse registro só não foi inferior aos 6,0°C registrados em 12 de junho de 1999 na estação meteorológica convencional.

A cidade de São Mateus registrou de 10,8°C, menor valor em 15 anos e superando os 12,0°C medidos em 9 de julho de 2011. Esse registro só não foi inferior aos 8,0°C, ocorrido em 12 de agosto 1997, observado pela estação meteorológica convencional.

Já o distrito de Pacotuba, em Cachoeiro de Itapemirim, chegou a 10,4°C, menor índice em três anos. Segundo o Incaper, por se tratar de uma localidade onde já tem outros equipamentos, em função das diversas substituições e modernizações, ainda serão levantados os recordes absolutos dessa região.

TEMPO SEGUE AMENO

Para os próximos dias, a tendência é que as temperaturas continuem amenas no Espírito Santo, ainda devido à atuação da massa de ar polar.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.