ASSINE

Fãs da ex-bbb Gizelly fazem campanha na internet para instituições sociais

Através de arrecadação de dinheiro em diversas plataformas, os 'furacões' têm ajudado organizações que sofrem com a pandemia do coronavírus. "Sinto muito orgulho de todos os meus fãs", diz a capixaba

Publicado em 19/06/2020 às 15h42
Atualizado em 19/06/2020 às 15h42
A advogada e ex-BBB Gizelly Bicalho
Gizelly também entrou na rede de solidariedade. "Ajudo publicando a campanha nas minhas redes socais". Crédito: Reprodução/Instagram @gizellybicalho

Mesmo após o fim do Big Brother Brasil os furacões, como são conhecidos os fãs da ex-BBB Gizelly Bicalho, continuam movimentando as redes sociais. Desde o início do mês eles criaram a campanha para arrecadar fundos com intuito de ajudar diversas instituições do Brasil. "O mundo vem sofrendo as consequências da pandemia causada pela covid-19. Por isso passamos a nos questionar o que poderíamos fazer para ajudar nesse momento tão difícil. Assim, começamos a desenvolver este projeto que visa unir nossa forte e dedicada torcida em prol da empatia e da solidariedade com quem mais precisa, podendo assim ajudar instituições espalhadas pelo país inteiro. A partir dessa ideia surgiram os Furacões Solidários", conta a contadora Raquel Oliveira, de 24 anos.

São 12 fãs que estão à frente da campanha para arrecadar dinheiro através de doações feitas por plataformas digitais. A meta de arrecadação para cada organização é de R$ 10 mil. "O valor arrecado será recebido diretamente pela instituição previamente escolhida e será convertido, de acordo com as necessidades, em alimentos não-perecíveis, materiais de higiene pessoal ou equipamentos de proteção individual", diz Raquel.

Fã de Gizelly Bicalho
Raquel Oliveira é uma das criadoras da campanha. "Ver o engajamento da Gizelly é maravilhoso". Crédito: Divulgação

O primeiro projeto beneficiado foi o abrigo Moacyr Alves, que fica em Manaus. A instituição presta o serviço social de alta complexidade, promovendo o acolhimento institucional (abrigo) temporário e de longa permanência, para crianças, adolescentes com deficiências, principalmente física e neurológica. Agora os furacões se movimentam para ajudar a Associação Gold, que desenvolve projetos sociais junto a comunidade LGBTQI+ capixaba. "Levamos a visibilidade e a força que os furacões têm para fazer a mudança na vida de muitas pessoas. Essas instituições não têm muito apoio", conta Bruna Souza, que mora em Manaus. A terceira instituição beneficiada será a Muca, que também fica no Estado, e presta apoio as mulheres periféricas.

Apoio da 'sister'

Gizelly também entrou na rede de solidariedade. "Ajudo publicando a campanha nas minhas redes socais, fazendo vídeos no Instagram, e também com o envio para os amigos e família via WhatsApp", diz a sister. Para ela, o trabalho dos fãs e fundamental. "Sinto muito orgulho de todos os meus fãs. Somos uma grande família, estamos aqui para ajudar o próximo, fazer o bem e emanar muito amor. Acredito que o maior incentivo é estar com elas na divulgação, me dedicando ao projeto que foi criado pelas fãs".

Fã de Gizelly Bicalho
Bruna Souza também está na campanha. "São instituições que não possuem muito apoio". Crédito: Divulgação

Para Raquel está sendo uma oportunidade incrível. "A dedicação é 24 horas. Ver uma pessoa que me inspira num projeto tão bonito é um gás. Certeza que as coisas vão melhorar para todos. Ver o engajamento da Gizelly é maravilhoso".

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.