DNIT: obras emergenciais na BR 262 têm novo prazo de entrega

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que com o novo prazo, as obras devem terminar até o fim da terceira semana de agosto

Publicado em 11/08/2020 às 17h25
Atualizado em 11/08/2020 às 17h25
Pista liberada nos dois sentidos da BR-262, em Domingos Martins, ES
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que as obras devem terminar até o fim da terceira semana de agosto. Crédito: Twitter/DNIT

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que o prazo para a conclusão das intervenções emergenciais de recuperação de trechos da BR 262, principalmente os afetados pelas fortes chuvas do fim de 2019 e início deste ano, foi estendido. As obras, que deveriam ser concluídas nesta terça-feira, 11 de agosto, só devem terminar no fim da terceira semana deste mês. Os trabalhos são visíveis para quem trafega pela rodovia federal nos municípios de Marechal Floriano, Domingos Martins e Viana.

Em nota, o departamento esclareceu o motivo para a mudança na previsão de conclusão das obras emergenciais na BR 262. "As fortes chuvas que caíram na região, no fim do mês de julho, resultaram em alguns serviços que precisaram ser refeitos e, assim, atrasaram o término das obras. Desta forma, a nova previsão é até ao fim da terceira semana de agosto", afirmou. Também demandada pela reportagem, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) manteve o posicionamento do DNIT.

No dia 4 de agosto, a reportagem de A Gazeta questionou o departamento sobre o prazo de entrega após as fortes chuvas que atingiram o Estado em julho, que causaram quedas de barreiras na pista. Em nota, o Dnit informou, à ocasião que: "a conclusão dos serviços segue conforme planejado; fatores externos como as chuvas da última semana prejudicam algumas frentes de serviço. O DNIT atua de forma a garantir a segurança dos usuários da rodovia e dos operários nas frentes de obra", finalizou.

Após as chuvas do fim do ano passado e início deste ano, imagens aéreas mostraram trechos da BR 262 muito afetados. Muitas quedas de barreiras e rolamentos de pedras interditaram a via parcial e até totalmente em alguns momentos. Um editorial de A Gazeta, junto com imagens de drone mostrando que a rodovia estava por um fio, repercutiu na época.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.