ASSINE

Mais de 1,6 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas no Sul do ES

Novo boletim da Defesa Civil foi divulgado na tarde desta segunda-feira (20); número de desabrigados e desalojados quadruplicou desde a última divulgação, que foi nesta manhã

Publicado em 20/01/2020 às 17h55
Atualizado em 21/01/2020 às 00h05
Enchente em Iconha. Água baixou e cidade ficou cheia de lama. Crédito: Foto do leitor/Lucas Knupp
Enchente em Iconha. Água baixou e cidade ficou cheia de lama. Crédito: Foto do leitor/Lucas Knupp

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil divulgou na tarde desta segunda-feira (20) um novo boletim com as informações sobre as chuvas no Espírito Santo. Nele, consta que aumentou para 1.625 o número de desabrigados e desalojados em Iconha, o que representa quase o quádruplo do número que foi divulgado nesta manhã, quando eram 426 ao todo. No Sul, três pessoas estão desaparecidas e seis morreram.

MORTES EM ALFREDO CHAVES E ICONHA

O município de Alfredo Chaves foi o que registrou o maior volume de chuvas no Espírito Santo - 249,2 milímetros. Lá foram registradas duas mortes na localidade de Cachoeirinha e alagamentos por toda a cidade.

Em Iconha, um homem foi encontrado morto no quintal de casa. A suspeita é que ele tenha morrido afogado devido aos alagamentos. O comércio também foi bastante atingido no município. Segundo o chefe de Gabinete da Prefeitura de Iconha, Leandro Mezadre, praticamente 100% do comércio da cidade teve prejuízos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.