ASSINE

Justiça manda deputada do ES excluir publicação falsa sobre a Sesa

Postagem afirmava que operação da Polícia Federal para investigar desvios em hospitais do Pará tinham como alvo "a Saúde do Espírito Santo"

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 24/09/2021 às 16h20
Deputada federal Soraya Manato
Deputada federal Soraya Manato. Crédito: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A Justiça determinou na terça-feira (21) que a deputada federal Soraya Manato (PSL) exclua de suas redes sociais uma publicação com conteúdo falso. A postagem afirmava que a Operação Reditus, deflagrada em agosto pela Polícia Federal, "apurava desvios de R$ 1,2 bilhão na Saúde do Espírito Santo".

A operação, contudo, tinha como alvo supostos desvios em contratos de organizações sociais para a gestão de hospitais públicos no Pará. Foram cumpridos, à época, 95 mandados de busca e apreensão em outros sete Estados, entre eles o Espírito Santo. Não há, até então, nenhum indício de participação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) no esquema.

A ação foi proposta pelo governo do Espírito Santo, que pontuou na petição que o conteúdo falso visava "apenas desmoralizar órgãos e agentes estatais". A juíza da Vara da Fazenda Pública Estadual de Vitória Heloísa Cariello, que assina a decisão, apontou que a "notícia divulgada por Soraya parece, à primeira vista, não corresponder à realidade".

"Vislumbro fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação, visto que, se não removida ou indisponibilizada, de imediato, a postagem que veicula informação aparentemente falsa, permanecerão sendo atingidas as estruturas orgânicas do Estado do Espírito Santo, especialmente dos agentes da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), de modo a desmoralizá-los e desacreditá-los perante a sociedade capixaba", pontuou a magistrada.

Publicação divulgada pela deputada federal Soraya Manato
Publicação divulgada pela deputada federal Soraya Manato. Crédito: Reprodução

Até a manhã desta sexta-feira (24), as publicações, que haviam sido compartilhadas no Twitter, no Instagram e no Facebook, ainda estavam nas páginas da parlamentar. Após ser procurada por A Gazeta, Soraya Manato excluiu o conteúdo. Por nota, ela disse que não vê a publicação divulgada como "fake news".

"Bom, atuo sempre respeitando as leis brasileiras e as instituições. Não vejo o conteúdo divulgado como fake news. Basta fazer uma busca rápida na internet sobre o assunto. Mas, decisão judicial deve ser cumprida e o conteúdo foi apagado. Tenho um mandato limpo, transparente e trabalho em defesa do povo capixaba. Sou ficha limpa e tenho orgulho disso", destacou a deputada federal.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.