ASSINE

Suspeitos de matar e roubar homem em festa em Vila Valério são presos

Os suspeitos, que têm 18, 20 e 22 anos, foram presos na tarde desta sexta (29) em São Gabriel da Palha. O crime ocorreu na madrugada do dia 17 de janeiro, durante um evento no Córrego Lambari, zona rural de Vila Valério

Publicado em 29/01/2021 às 19h20
Um dos suspeitos foi detido vendendo pimenta que havia sido furtada.
Um dos suspeitos foi detido vendendo pimenta que havia sido furtada. Crédito: Divulgação/ Polícia Civil

Três jovens de 18, 20 e 22 anos foram detidos em São Gabriel da Palha, no Noroeste do Espírito Santo, na tarde desta sexta-feira (29). Eles são suspeitos de roubar e matar um homem em Vila Valério.

Eles foram localizados durante uma operação realizada nos bairros Vila Comboni, Cachoeira da Onça e na zona rural de São Gabriel da Palha. Um dos suspeitos foi detido vendendo pimenta que havia sido furtada.

De acordo com o delegado titular do município, delegado Rafael Caliman, o crime ocorreu na madrugada do dia 17 de janeiro, durante um evento que era realizado na zona rural de Vila Valério.

“Os policiais militares de Vila Valério receberam a informação de que um homem havia sido baleado durante um evento que ocorria no Córrego Lambari, zona rural de Vila Valério. Eles seguiram até o local e apuraram que a vítima seria Carmindo Soares de Almeida, de 55 anos, o qual chegou a ser socorrido, mas faleceu ao dar entrada no pronto-socorro”, contou o delegado.

Durante as investigações foi possível identificar e localizar os suspeitos. “De posse das imagens de videomonitoramento e de depoimentos de testemunhas, foi possível identificar o veículo utilizado pelos suspeitos. Os investigadores apuraram que Carmindo chegou à festa acompanhado de algumas garotas, mas, durante o evento, saiu em seu carro, retornando em seguida. Quando estacionava próximo à festa, os suspeitos chegaram, retiraram-no do carro e, em meio a uma confusão, acabaram assassinando Carmindo com disparos de arma de fogo”, contou Caliman.

Ainda de acordo com a autoridade policial, os suspeitos roubaram outras quatro vítimas após assassinar Carmindo. “Os três responderão por latrocínio, que é o roubo seguido de morte, e foram encaminhados ao presídio”, relatou o delegado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.