ASSINE

Suspeito de envolvimento no assassinato de casal é detido na Serra

Rapaz de 18 anos é a quinta detenção ligada ao crime que ocorreu em maio do ano passado; apreensão do jovem ocorreu nesta terça-feira (23)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 23/02/2021 às 18h35
Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória
Departamento de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) fica em Vitória. Crédito: Carlos Alberto Silva

Suspeito de participar de um duplo assassinato no ano passado, um jovem de 18 anos foi detido na manhã desta terça-feira (23), na cidade de Serra. A apreensão aconteceu na própria residência dele, localizada no bairro Feu Rosa – região onde também ocorreram os dois homicídios.

Além do rapaz, outras quatro pessoas já foram presas por envolvimento no mesmo crime. As duas prisões mais recentes aconteceram no último dia 3 de dezembro, quando uma mulher de 19 anos e um homem de 24 anos acabaram detidos. Anteriormente, dois homens, de 19 e 27 anos, haviam sido presos.

Delegada Rafaella Aguiar, da DHPM, está à frente da investigação sobre o crime. Crédito: Caique Verli
Delegada Rafaella Aguiar, da DHPM, está à frente da investigação sobre o crime. Crédito: Caique Verli

À frente da Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), a delegada Rafaella Aguiar afirmou à época que o mandante já estaria atrás das grades. A participação do rapaz detido nesta terça-feira (23) não foi esclarecida. Um sexto suspeito de envolvimento no assassinato segue sendo procurado.

Nesta manhã, a Polícia Civil também cumpriu um mandado de busca e apreensão expedido quando o jovem ainda era menor de idade. "O fato de ter completado 18 anos não impede que a internação seja cumprida", explicou Rafaella.

RELEMBRE O CRIME

O duplo homicídio aconteceu na noite do dia 14 de maio de 2020, no bairro Feu Rosa, no município de Serra. O casal foi atingido por disparos de arma de fogo, enquanto trafegava de moto por uma rua. A mulher tinha apenas 21 anos e era universitária. Já o homem foi identificado como Flodoaldo Togneri Neto, de 22 anos.

De acordo com informações passadas pela Polícia Civil, os criminosos teriam matado o rapaz por acharem que ele delatou uma casa usada para esconder drogas, já que horas antes de a Polícia Militar apreender os entorpecentes, ele havia ido ao local e sido informado do armazenamento ilegal.

Ainda segundo as investigações, Flodoaldo teria ido até a residência para resolver uma pendência a respeito da aquisição de uma arma. A mulher teria sido assassinada por estar junto dele no momento do crime.

Grande Vitória Polícia Civil Serra Polícia Militar homicídio serra tráfico de drogas DHPM

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.