Polícia flagra ônibus em chamas e prende suspeitos de atear fogo na Serra

Motorista do coletivo teve a perna queimada. PM chegou ao local após dar apoio a protesto em Jacaraípe, na noite desta segunda-feira (22)

Publicado em 23/02/2021 às 12h08
Atualizado em 23/02/2021 às 12h08
Segurança - Policial militar
Polícia Militar conseguiu encontrar os suspeitos de atearem fogo no coletivo. Crédito: Carlos Alberto Silva

Um ônibus foi incendiado na noite desta segunda-feira (22), em Jacaraípe, na SerraPoliciais militares flagraram o veículo em chamas, depois de prestarem apoio a um protesto que acontecia no mesmo bairro. Quando a polícia chegou ao local, o fogo era controlado por populares. O motorista teve a perna queimada. 

De acordo com a Polícia Militar, o motorista relatou que indivíduos a bordo de um veículo abordaram o ônibus, lançaram o combustível e atearam fogo. Ferido, ele foi levado para a UPA de Castelândia. 

SUSPEITOS FORAM DETIDOS

Algum tempo depois, durante um patrulhamento, os policiais visualizaram na orla de Jacaraípe, um veículo com as características passadas pelo motorista do ônibus. Dois ocupantes estavam dentro do veículo. Com eles a polícia ainda encontrou uma pedra de crack e R$ 550,00 em espécie.

Ainda segundo a PM, o motorista reconheceu, por foto, os ocupantes do veículo como sendo os mesmos autores que colocaram fogo no coletivo.

Os policiais foram até a casa de um dos detidos e ele informou que dentro de um baú de madeira havia mais materiais ilícitos. Lá foram encontrados oito pedaços grandes e sete buchas de maconha, uma balança de precisão e munição de calibre 380. Os detidos e o material apreendido foram entregues na 3ª Delegacia Regional da Serra.

A polícia não informou se era um ônibus de empresa ou de linha.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.