PM Ambiental combate pesca ilegal no período reprodutivo no ES

A ação ocorre em rios e lagos de várias regiões do Estado e visa proteger as espécies. Mais de 40 militares participam dos trabalhos

Publicado em 23/02/2021 às 10h45
Atualizado em 23/02/2021 às 10h45
Polícia
Desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (23) a Polícia Ambiental realiza a Operação Piracema em todo o ES. Crédito: Divulgação/Polícia Ambiental

A Polícia Ambiental realiza uma grande operação de fiscalização em rios e lagoas em todo o Espírito Santo, nesta terça-feira (23), com o objetivo de combater a pesca predatória no período de reprodução das espécies. Batizada de Piracema, em clara referência ao deslocamento que os peixes fazem em direção às nascentes e águas mais rasas para desovarem, a ação foi iniciada nas primeiras horas da manhã e se prolongará até o fim do dia.

Na Serra, por exemplo, o foco dos trabalhos dos policiais será no Rio Reis Magos, em Nova Almeida, Lagoa Juara, em Jacaraípe, e Lagoa Jacunem, em Feu Rosa. Segundo a PM, são 42 policiais do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, com 14 viaturas e ainda 10 embarcações.

Os militares permanecerão na ação até as 18 horas recolhendo redes e armadilhas usadas para capturar as espécies no período do defeso.

Polícia
A ação conta com mais de 40 militares da divisão ambiental e visa proteger espécies em reprodução. Crédito: Divulgação/Polícia Ambiental
Espírito Santo Polícia Militar espírito santo Polícia Ambiental

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.