ASSINE

Polícia investiga áudios de ameaça que seriam de advogada para ex no ES

Sara Frinhani Rocha teria ameaçado e provocado o ex-namorado Alexandre Heite Nascimento e atraído o homem até o local onde ele foi morto a facadas em Sooretama

Colatina / Rede Gazeta
Publicado em 14/06/2021 às 18h52
Advogada foi presa suspeita de tramar morte do ex-namorado no ES
Advogada foi presa suspeita de tramar morte do ex-namorado no ES. Crédito: TV Gazeta Norte/ Reprodução

Áudios obtidos pela Polícia Civil mostram que a advogada Sara Frinhani Rocha teria ameaçado o ex-namorado Alexandre Heite Nascimento e atraído o homem até o local onde ele foi morto a facadas em Sooretama, no Norte do Espírito Santo. Ela foi presa nesta segunda-feira (14) e é investigada por tramar a morte do ex — que foi assassinado a facadas após uma briga com o atual namorado dela. O delegado Fabrício Lucindo disse que a voz da mulher foi reconhecida pela família da vítima. A reportagem de A Gazeta teve acesso ao conteúdo que mostra as supostas ameaças e provocações da mulher.

"Eu vou rancar (sic) seu coração vivo, te rasgar no meio", disse a mulher em um dos áudios.  "Quando você chegar no trevo do Córrego do Alegre você diz: cheguei.  Se você não 'vim', você vai ter muito caixão na sua vida", prosseguiu. Ouça os áudios

O delegado disse que a vítima recebeu os áudios da advogada e mandou para amigos antes de morrer. Lucindo explicou que o material e celulares passarão por perícia. De acordo com informações do delegado, a advogada negou envolvimento na morte do ex, mas os áudios apontam que ela atraiu a vítima para o local do crime.

Além da advogada, o atual namorado da advogada, identificado como Paulo Henrique Lourete, também chegou a ser preso. O homicídio teria ocorrido após uma discussão entre os dois homens em Córrego Alegre, interior do município. Alexandre morreu com seis facadas.

JUSTIÇA CONCEDE LIBERDADE PROVISÓRIA AO CASAL 

Em sua decisão, que colocou o casal em liberdade, o juiz André Bijos Dadalto sustentou que na versão dos suspeitos a briga foi causada pelo ex e que a advogada não participou do crime e seu namorado agiu em legítima defesa após ser agredido. O magistrado ainda pontuou que Sara tinha uma medida protetiva contra o ex-namorado.

Advogada foi presa suspeita de tramar morte do ex-namorado no ES
Advogada foi presa suspeita de tramar morte do ex-namorado no ES. Crédito: TV Gazeta Norte / Reprodução

"Extrai-se dos autos que na versão dos autuados teria ocorrido uma briga provocada pela vítima, de modo que a autuada Sara, além de negar ter praticado os atos materiais contra a vítima, informa que o autuado Paulo agiu em legítima defesa à injusta agressão que teria sofrido pela vítima, inclusive com o autuado Paulo tendo sido lesionado pela vítima. Conforme consta que pelos documentos acostados pela defesa da autuada Sara, a referida autuada inclusive tinha medida protetiva em face da vítima", cita a decisão.

"Denoto que ambos os autuados possuem bons antecedentes (sequer respondem a outras ações penais), residência fixa e trabalho lícito, de modo que mostra-se mais proporcional, no presente caso, a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão", afirmou o juiz na decisão.

O CRIME 

polícia
O caso é investigado pela Delegacia de Linhares. Crédito: Eduardo Dias

A advogada Sara Frinhani Rocha e o atual namorado, identificado como Paulo Henrique Lourete, foram presos na manhã desta segunda-feira (14) em Linhares, no Norte do Espírito Santo, após uma briga que resultou na morte do ex-namorado da mulher. Segundo o delegado Fabrício Lucindo, o homicídio teria ocorrido após uma discussão entre os dois homens em Córrego Alegre, Sooretama. A investigação da Polícia Civil aponta que a mulher atraiu a vítima para o local do crime.

Polícia Militar afirmou que no início da manhã desta segunda o homem foi encontrado morto, vítima dos golpes de arma branca, na localidade de Córrego Alegre, interior de Sooretama. No local foi constatado que o outro homem, que é o atual namorado da advogada, também havia sido esfaqueado. Ele foi socorrido e levado ao hospital, onde segue internado sob escolta. Ainda segundo a PM, a advogada foi detida no local e encaminhada à 16ª Delegacia Regional de Linhares.

A Polícia Civil informou que a advogada e o namorado, que está no hospital, foram autuados em flagrante pelo crime de homicídio

VÍTIMA E ADVOGADA TÊM HISTÓRICO DE VIOLÊNCIA 

Em conversa com a reportagem da TV Gazeta Norte, o delegado Fabrício Lucindo disse que a vítima e a advogada têm diversas ocorrências na polícia relacionadas à Lei Maria da Penha, agressão e ameaças. "A gente está enfrentando esse problema desde o ano passado e hoje aconteceu esse crime", afirmou.

ADVOGADA NEGOU PARTICIPAÇÃO

Segundo o delegado Fabrício Lucindo, a advogada prestou depoimento na tarde desta segunda-feira (14) e negou participação no crime. "Ela contou que ouviu a confusão e foi para o local para tentar apartar, e presenciou a vítima morta e o atual namorado ferido, então o levou para o atendimento", relatou.

Advogada foi presa suspeita de participação em assassinato de ex-namorado
Advogada foi presa suspeita de participação em assassinato de ex-namorado. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Ainda segundo o delegado, mesmo com a negativa da advogada, a polícia possui elementos que mostram que ela atraiu a vítima até o município, provocando o desentendimento entre os dois homens.

Fabrício Lucindo

Delegado

"Ela comprovadamente atraiu a vítima e o atual namorado dela executou a vítima com várias facadas"

O QUE DIZ A OAB-ES

A reportagem de A Gazeta procurou a Ordem dos Advogados do Brasil no Espírito Santo(OAB-ES). Por meio de nota, "a OAB-ES informa que está acompanhando o caso para tomar as providências cabíveis, observando o Código de Ética, Disciplina e as prerrogativas da advocacia".

A Gazeta integra o

Saiba mais
Assassinato Sooretama crime homicídio ES Norte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.