ASSINE

Polícia indicia 3 homens pelo assassinato de morador de rua em Vitória

Três homens que também viviam em situação de rua se tornaram réus por homicídio qualificado por motivo fútil e pela dificuldade de defesa da vítima no crime ocorrido no dia 15 de agosto de 2020

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 21/07/2021 às 17h08
Crime em Vitória, agosto de 2020
Três homens foram indiciados pela PC para responderem pelo assassinato de morador de rua. Crédito: Polícia Civil

O caso do morador de rua Rafael Ventura Fernandes, que foi assassinado brutalmente no dia 15 de agosto de 2020 embaixo da Segunda Ponte, no bairro Mário Cypreste, em Vitória, foi concluído pela Polícia Civil.

De acordo com as investigações, três homens que também viviam em situação de rua, estiveram envolvidos no homicídio qualificado por motivo fútil - ou seja, por razão banal - e pela dificuldade de defesa da vítima.

Todos eles, Filipe Rodrigues Ramos, de 30 anos, Frederico Caitano Dorneles, de 41 anos, e Leonardo Ribeiro de Jesus, vulgo 'Leo dos cachorros', de 36 anos, podem chegar a ficar 30 anos na prisão.

Em coletiva de imprensa concedida nesta quarta-feira (21), o delegado Marcelo Cavalcanti, titular da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória, comentou o crime.

"Nos causa satisfação em resolver porque trata-se de pessoa em situação de rua, vítima de um crime motivado pelo ódio. Dias antes do crime, teria ocorrido um furto, que acabou não sendo confirmado nas investigações. Nesse furto, Rafael ficaria incumbido de vender o produto, mas ele não conseguiu, ocasionando briga com os autores do assassinato, que desferiram pauladas e facadas. Foi um crime que chamou atenção pela violência", afirmou.

Morador de rua morto com embaixo da Segunda Ponte, Vitória
Morador de rua foi morto embaixo da Segunda Ponte, em Vitória. Crédito: Vinicius Gonçalves

De acordo com o delegado, os três autores eram conhecidos como pessoas em situação de rua que formavam um grupo criminoso e amedrontavam os outros moradores.

Todos eles encontram-se presos, sendo que Filipe já havia sido detido em flagrante em 2020 por um assalto a ônibus. Leonardo foi preso no dia 9 de junho deste ano e, por último, Frederico foi preso no dia 25 de junho, já contando com outros três mandados de prisão em aberto, um por tentativa de homicídio, um por roubo e o terceiro por tráfico.

Cavalcanti relatou que uma testemunha do assassinato disse que Rafael havia furtado uma mesa e quatro cadeiras de um teatro em Vitória.

Marcelo Cavalcanti

Delegado de Polícia

"Ele teria ficado incumbido de vender a mesa, mas o teatro não confirmou o crime. Os três suspeitos começaram a cobrá-lo e já existiam brigas entre eles, que acabou culminando na morte por espancamento e facadas por volta das 5h15 da manhã do dia 15. Dos três envolvidos, só Frederico confessou o crime, mas as investigações não deixam dúvidas de que os outros dois também participaram da execução"

De acordo com informações da PC, o inquérito policial foi concluído e a denúncia promovida pelo Ministério Público foi recebida na Justiça, sendo que os três envolvidos já são hoje réus em ação penal.

RELEMBRE O CASO

Um rapaz em situação de rua foi morto com pauladas no rosto e uma facada na perna, embaixo da Segunda Ponte, na manhã de 15 de agosto de 2020. A vítima vendia balas no semáforo para conseguir dinheiro.

Segundo relato de outros moradores de rua da região, a vítima identificada apenas como Rafael teria sido surpreendida por um outro homem, à época. Os dois teriam entrado em luta corporal e Rafael foi atingido por uma facada na perna, o que provocou grande perda de sangue. Ele também foi atingido por pauladas no rosto.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.