ASSINE

Mulher é encontrada morta enrolada em lençol em Vila Velha

Corpo foi achado em um apartamento neste domingo (23). O suspeito seria um homem que alugou o imóvel; ele ligou para a mãe e a esposa confessando o crime

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 24/01/2022 às 10h12
Atualizado em 24/01/2022 às 16h31
Mulher foi encontrada morta enrolada em lençol em apartamento do bairro Alvorada, em Vila Velha
Mulher foi encontrada morta enrolada em lençol em apartamento do bairro Alvorada, em Vila Velha. Crédito: TV Gazeta

Uma mulher foi encontrada morta em um apartamento no bairro Alvorada, em Vila Velha, na tarde deste domingo (23). De acordo com a Polícia Militar, o corpo da vítima estava enrolado em um lençol e o suspeito de cometer o crime é um homem que teria alugado a moradia.

Segundo a Polícia Militar, o proprietário da residência acionou a corporação após ter recebido duas ligações: uma da mãe e outra da esposa do suspeito. Ambas relataram que ele ligou para as duas e confessou ter assassinado uma mulher no interior do apartamento.

O proprietário, então, foi ao local, junto com uma equipe da PM. Eles arrombaram o cadeado do apartamento e, assim que a porta foi aberta, viram o corpo enrolado em um lençol e um forte odor. A Polícia Civil, então, foi acionada.

Este vídeo pode te interessar

Moradores da região contaram à reportagem da TV Gazeta que ouviram barulhos altos vindo do prédio durante a madrugada do sábado (22). Como o prédio é habitado por alguns feirantes, eles acreditaram que o som poderia ser de caixas feito por eles, já que eles começam a trabalhar muito cedo.

Durante todo o dia de sábado, porém, os moradores da região teriam começado a sentir um forte odor vindo do apartamento, que fica no último andar do prédio.

A vítima não foi identificada, mas, pelas características informadas pelos militares que estiveram no apartamento, ela é negra, tem os cabelos ondulados e cerca de 1,60 m. A suspeita é que ela tenha sido estrangulada pelo rapaz que alugou o imóvel na última quinta (20). A causa da morte é desconhecida.

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL

Em nota enviada à reportagem de A Gazeta na tarde desta segunda-feira (24), a Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação na Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) e que o corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser necropsiado e identificado. "Apenas após a conclusão dos exames será possível confirmar a causa da morte", informou.

"A Polícia Civil destaca que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas", destacou a corporação. 

Com informações de Diony Silva, da TV Gazeta, e G1 ES

Atualização

24 de Janeiro de 2022 às 16:29

Após a publicação desta matéria, a Polícia Civil enviou nota sobre o caso. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.