ASSINE

Motociclista autuado após acidente no Sambão paga fiança e responderá em liberdade

Ele segue internado no Hospital Estadual de Urgência e Emergência, o antigo São Lucas, e não está mais sob escolta policial. De acordo com a PM, o homem de 31 anos já havia sido flagrado por não ter habilitação e por pilotar sem capacete

Publicado em 14/08/2020 às 10h13
Motociclista cai ao fazer manobra proibida no Sambão do Povo, em Vitória
Motociclista cai ao fazer manobra proibida no Sambão do Povo, em Vitória. Crédito: Reprodução

O motociclista que empinou a moto e acabou ferido em um acidente no Sambão do Povo, em Vitória, na última quarta-feira (12),  pagou fiança e não está mais sob escolta policial. Ele segue internado no Hospital Estadual de Urgência e Emergência, o antigo São Lucas, e vai responder ao processo em liberdade.

O homem de 31 anos foi autuado pela Polícia Civil em flagrante por exibição ou demonstração em manobra de veículo automotor não autorizada pela autoridade competente, gerando situação de risco. 

A manobra – e o consequente acidente – aconteceu por volta das 22h20, enquanto era realizado um evento clandestino de carros customizados no Sambão do Povo. 

Divulgado nas redes sociais, um post revela que o encontro automotivo aconteceria todas as quartas-feiras, às 20 horas, no Sambão do Povo. Na publicação, ainda há as seguintes afirmações: “traga a sua família” e “lotamos o primeiro, vamos lotar novamente”.

Convite para encontro de carros no Sambão do Povo foi divulgado em redes sociais
Convite para encontro de carros no Sambão do Povo foi divulgado em redes sociais. Crédito: Enviado por internauta

PROBLEMAS COM TRÂNSITO SÃO FREQUENTES

A cerca de 300 metros do Sambão do Povo, está a 2ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar. Questionada por A Gazeta, a Corporação informou que chegou a ser acionada, mas que, ao chegar ao local, o acidente já havia ocorrido e o socorro já estava sendo prestado pelos Bombeiros.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o homem já é conhecido do Batalhão de Trânsito da PM. Em 2005 e 2006, ele foi flagrado dirigindo sem carteira de habilitação, quando ainda era menor de idade. Já em 2013, policiais do trânsito o abordaram pilotando uma motocicleta sem capacete. Por essa ocorrência, de 2013,  a carteira de habilitação dele foi suspensa por um mês.

Com informações da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.