ASSINE

Ladrões roubam carro de motorista de aplicativo e são presos na Serra

Durante perseguição policial, os criminosos bateram o veículo e foram rendidos. Segundo a polícia, um dos suspeitos completou 18 anos nesta terça (23) e foi preso no dia do próprio aniversário

Publicado em 23/02/2021 às 23h22
Motorista de aplicativo teve o carro roubado em Morada de Laranjeiras, na Serra
Motorista de aplicativo teve o carro roubado em Morada de Laranjeiras, na Serra. Crédito: Divulgação/PMES

Um motorista de aplicativo de 43 anos teve seu carro roubado no bairro Morada de Laranjeiras, na Serra, na noite desta terça-feira (23). Dois suspeitos foram presos, um de 23 anos e o outro que completou 18 nesta terça. Segundo a Polícia Militar, ambos tinham várias passagens por roubo, porte ilegal de armas, tráfico de drogas, dentre outros crimes e possuíam mandado de prisão em aberto. Um terceiro suspeito conseguiu fugir.

Segundo o sargento Couto, da Polícia Militar, uma equipe fazia patrulhamento de rotina em Jacaraípe quando recebeu a informação do crime. Eles localizaram o carro e deram ordem de parada, o que não foi respeitado pelos suspeitos. Uma perseguição se iniciou e só terminou quando os ocupantes do veículo bateram em um carro que estava estacionado.

"Foi passado que um veículo Ethios havia sido tomado em assalto em Morada de Laranjeiras. Começamos as buscas, localizamos o veículo e demos ordem de parada, que não foi acatada pelos ocupantes, que começaram a fuga. Começamos então o acompanhamento e, quando eles foram fazer uma curva, colidiram de frente com um veículo que estava estacionado. Nós abordamos os ocupantes e encontramos um revólver calibre .32 que foi utilizado no crime", narrou.

"O MAIS IMPORTANTE É A MINHA VIDA"

A vítima do crime, de 43 anos e que preferiu não ser identificado, afirmou que finalizou uma corrida em Morada de Laranjeiras e parou para tomar um café. Nisso, um carro parou ao lado do veículo da vítima e os três suspeitos saíram do carro, anunciando o assalto. 

"Como é um bairro mais tranquilo, fiz uma parada e tomei um café, que carrego no carro. Rapidamente encostou um carro com três suspeitos e eles já saíram do carro, colocaram a arma na minha cintura, o outro veio por trás e colocou na minha cabeça já falando ‘sai do carro, sai do carro’ e ‘cadê o dinheiro?’. Eu falei que o dinheiro estava na bolsa. Ele falou ‘sai do carro e some daqui’, eu não pensei duas vezes, achei que eles fossem atirar em mim, estavam armados", disse.

O motorista alegou que saiu correndo pela rua, procurando uma casa aberta ou alguém para pedir ajuda. Ele, então, encontrou uma escola, cuja diretora o acalmou e permitiu que ligasse para sua esposa, para explicar o que havia acontecido. Ele acionou também a polícia, que chegou logo depois até o local e informou que haviam encontrado o carro. 

A vítima afirmou ainda que foi a primeira vez que passou por uma situação desse tipo. Ele disse que trabalha como motorista de aplicativo há cerca de 10 meses para conseguir pagar as contas, já que estava desempregado e sua esposa é cadeirante.

"Foi a primeira vez que passei por isso. Tenho 10 pra 11 meses de aplicativo, estava desempregado e a opção que apareceu foi essa. O carro foi danificado, vou acionar o seguro, mas isso não é o mais importante, o mais importante é minha vida. Tenho minha esposa em casa, uma pessoa que precisa de mim, minha esposa é cadeirante. A gente pensa muito nisso, mas são coisas que acontecem, não posso ficar preso a isso", alegou.

Os dois suspeitos e a arma apreendida foram levados para a Delegacia de Polícia Judiciária da Serra.

Assalto Grande Vitória Serra Polícia Militar Motorista de Aplicativo serra

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.