ASSINE

Homem de bicicleta furta poste de 12 metros e é detido em Vitória

Segundo a Guarda de Vitória, o homem saiu carregando o poste na bicicleta, sentido Serra, e foi abordado na altura do bairro Boa Vista II. O suspeito foi detido e levado para a Delegacia Regional da Serra

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 15/04/2021 às 18h47
Poste de iluminação pública é furtado em Vitória. Crédito: Leitor A Gazeta
Poste de iluminação pública é furtado em Vitória. Crédito: Leitor A Gazeta

Um homem de 44 anos foi detido pela Guarda Civil Municipal de Vitória na tarde desta quinta-feira (14), por volta das 15h, após furtar um poste de iluminação pública na reta do aeroporto, próximo ao bairro Jabour, em Vitória. O poste tinha cerca de 12 metros e foi carregado na bicicleta. De acordo com a Guarda, o suspeito foi levado para a Delegacia Regional da Serra. 

"O homem saiu carregando o poste de bicicleta, no sentido da Serra. Fizemos então a abordagem a ele no bairro Boa Vista II, com ajuda de informações recebidas pelo Ciodes. Ele não tinha passagem anterior na polícia e não resistiu à prisão em flagrante", afirmou o inspetor Prevedello.

Acionada, a Polícia Civil informou que a ocorrência estava sendo confeccionada pela Guarda Municipal de Vitória para ser entregue no plantão vigente da Delegacia Regional de Serra. Em nota a PC acrescentou que somente após a ocorrência ser entregue e após a finalização das oitivas haverá informações do procedimento que será adotado pelo delegado plantonista.

PROJETO DE LEI

Ao ter sido observado um exponencial crescimento do furto de fios de cobre e materiais ferrosos na Região Metropolitana, principalmente na Capital, foi aprovado por unanimidade, na Câmara de Vitória, no dia 8 de fevereiro, um projeto de lei do vereador Leandro Piquet que propõe mudança no código de postura para a cassação do alvará e o fechamento dos comércios que forem autuados comprando e vendendo fios de cobre e materiais ferrosos de origem ilícita.

Para se ter uma ideia de quanto a situação tem fugido do controle, só nos primeiros 45 dias de 2021, 600 quilos de cabos foram apreendidos, gerando um prejuízo de meio milhão de reais aos cofres públicos.

Essa medida tem por objetivo se expandir para a Região Metropolitana do Estado e criar um verdadeiro cerco, enfraquecendo, desta forma, ações criminosas.

Polícia Civil Vitória (ES) crime guarda municipal

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.