ASSINE

Caso Alice: adolescente baleado é encontrado e presta depoimento no ES

Ele prestou depoimento na condição de vítima de tentativa de homicídio. O adolescente invadiu a casa de Alice para fugir de ump perseguição. Na ocorrência, a menina de 3 anos acabou baleada e morreu

Publicado em 11/02/2020 às 12h13
Atualizado em 11/02/2020 às 14h19
Alice da Silva Almeida. Crédito: Arquivo pessoal
Alice da Silva Almeida. Crédito: Arquivo pessoal

O adolescente de 17 anos que foi baleado e que seria o alvo de criminosos em uma perseguição que acabou matando a menina Alice, de 3 anos, foi encontrado por agentes da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Mulher (DHPM). Ele prestou depoimento na condição de vítima de tentativa de homicídio.

O adolescente invadiu a casa de Alice, em Dom João Batista, em Vila Velha, para fugir dos bandidos, que chegaram na rua atirando. Pelo menos dois disparos atingiram Alice, que acabou morrendo.

Após ser atendido no Pronto Atendimento da Glória, em Vila Velha, o rapaz de 17 anos desapareceu. A delegacia especializada segue investigando o caso. Até o momento, nenhum suspeito foi detido.

"A equipe da DHPM, chefiada pela delegada Raffaella Aguiar, conta com a colaboração da população para a elucidação deste crime. O Disque-Denúncia 181 é a melhor forma da população auxiliar a polícia com informações que levem à prisão de criminosos. O anonimato é garantido e todas as informações são investigadas. O Disque Denúncia 181 também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br", orientou a Polícia Civil em nota.

A menina de 3 anos é neta de um sargento da Polícia Militar. A família dela é marcada pela violência. Wesley da Ressureição Almeida, tio paterno de Alice, foi assassinado a tiros em outubro do ano passado, nas proximidades do bairro Dom João Batista, onde a família mora. Ele tinha 18 anos quando foi morto na rua Vasco Alves.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.