ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:

Após ser agredida pelo ex no ES, mulher corre risco de perder dedos

Os militares encontraram a mulher no chão com as mãos enfaixadas e sangrando. O suspeito de 44 anos foi preso. Segundo a polícia, ele havia liberado o gás de cozinha para atear fogo no imóvel e matar quem estava no local

Colatina
Publicado em 11/01/2021 às 20h37
Atualizado em 11/01/2021 às 20h37
Todos os casos estão sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Linhares
O caso é investigado na Delegacia Regional de Linhares. Crédito: Leonardo Goliver

Uma mulher corre o risco ter dedos amputados em decorrência da agressão que sofreu em Linhares, no Norte do Espírito Santo. Ela foi agredida em casa, na madrugada desta segunda-feira (11). O  suspeito é o ex-companheiro da vítima, que teria usado um facão para praticar o crime. O homem foi preso em flagrante.

De acordo com o delegado Fabrício Lucindo, chefe da Delegacia Regional de Linhares, a mulher foi ouvida no hospital na tarde desta segunda-feira (11). Ela contou que conviveu com o agressor durante oito anos. Eles estavam separados há dois meses, mas estavam tentando reatar o relacionamento. A briga entre os dois começou após uma mensagem no celular do homem, que deixou a vítima com ciúme.

Fabrício Lucindo 

Chefe da Delegacia Regional de Linhares 

"Dois filhos dela saíram correndo e ela tentou se trancar em um quarto com outro filho.  No momento que estava trancando a porta, levou um golpe de facão em uma das mãos, provavelmente vai perder dois dedos, levou algumas pranchadas de facão pelo corpo também"

Ainda de acordo com o delegado, na sequência o autor do crime ainda liberou o gás de cozinha para atear fogo na casa e matar todos que estavam na residência. Foi nesse momento que a PM chegou e efetuou a prisão do homem.

A ocorrência foi no bairro Planalto. No local, os militares encontraram a mulher no chão com as mãos enfaixadas e sangrando. Os policiais  acionaram a central de emergência do Corpo de Bombeiros. Os militares socorreram a vítima e encaminharam a mulher para o Hospital Geral de Linhares (HGL). 

De acordo com a PM, o suspeito de 44 anos foi localizado na residência, que estava parcialmente destruída. Foi feita uma varredura e foi localizado um vazamento de gás que foi controlado. 

Em nota, a Polícia Civil acrescentou que o conduzido foi autuado em flagrante pelos crimes de lesão corporal e ameaça, na forma da Lei Maria da Penha, e encaminhado ao Presídio Regional de Linhares. "Com as novas informações coletadas hoje (11), o autor do crime será indiciado por feminicídio tentado", finalizou o delegado. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.