ASSINE

Após 2 meses, corpo de homem encontrado em carro ainda é mistério no ES

No dia 16 de fevereiro, o corpo de Douglas Martins foi encontrado dentro de um Honda CR-V, no bairro Santa Tereza. Ele havia saído para deixar os sobrinhos no cinema. Polícia diz que o caso segue em investigação

Publicado em 17/04/2020 às 14h21
Homem é encontrado morto a tiros dentro de carro em Caratoíra, Vitória
Douglas havia pegado o CR-V emprestado com a irmã para levar os sobrinhos ao cinema. O carro foi encontrado na Rua Agostinho de Oliveira, em Santa Tereza, com o corpo do homem dentro. Crédito: Internauta

Dois meses de um crime ainda inexplicado. Há pelo menos 60 dias, familiares de Douglas Martins tentam encontrar uma explicação para o assassinato dele ocorrido na Rua Agostinho de Oliveira, no bairro Santa Tereza, em Vitória. Na ocasião, o carro em que ele estava foi encontrado perfurado por muitos disparos e com o homem já sem vida no interior do veículo.

Procurada pela reportagem de A Gazeta, a Polícia Civil respondeu, em nota, que as investigações prosseguem, mas até o momento o crime não foi solucionado. "A Polícia Civil informa que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória. Outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada", diz o comunicado da polícia.

A irmã de Douglas reconheceu o irmão ao ver o carro dela, um Honda CR-V, que havia emprestado ao familiar para que ele levasse os filhos dela ao cinema. Após deixá-los, Douglas não mais retornou, também não buscou os sobrinhos após a exibição do filme e não atendeu as ligações feitas pela irmã.

VÍDEOS COM SUSPEITOS

Segundo agentes que atenderam a ocorrência, o veículo em que o homem estava bateu em outro carro, um Ford Fiesta prata, em um cruzamento ainda na região de Caratoíra, também na capital. Depois disso, o veículo Honda seguiu até a Rua Agostinho de Oliveira. Três pessoas ocupavam o veículo atingido, sendo que uma mulher e um bebê precisaram ir para o hospital, porém sem ferimentos graves.

Ainda de acordo com a polícia na época, câmeras de videomonitoramento de residências do entorno flagraram quatro homens saindo do carro – um deles estaria armado. Quando os policiais chegaram no local, Douglas foi encontrado baleado dentro do veículo. Moradores disseram não ter ouvido disparos de arma de fogo. Agentes do Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, estiveram no local e a perícia foi realizada na sequência.

DENÚNCIAS

Com o caso ainda em investigação, a polícia pede que as pessoas denunciem eventuais suspeitos pelo assassinato de Douglas Martins.

"A Polícia Civil destaca que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas", finaliza a nota Polícia Civil.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.