ASSINE

Polícia realiza 3ª fase da Operação Caim para prender assassinos no ES

A ação foi iniciada nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (17) e ocorre simultaneamente na Grande Vitória e em outras regiões do Estado

Vitória
Publicado em 17/04/2020 às 10h26
Atualizado em 17/04/2020 às 11h00
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Crédito: Divulgação/SESP

Polícia Civil do Espírito Santo realiza na manhã desta sexta-feira (17) a terceira fase da Operação Caim. A ação é desencadeada na Grande Vitória e também em cidades do interior do Estado, onde equipes foram às ruas para cumprir mandados de prisão contra suspeitos de homicídios, considerados foragidos.

A operação foi iniciada simultaneamente em todas as regiões do território capixaba, e conta com o apoio da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, do Núcleo de Operações em Transporte Aéreo (Notaer), da Força Nacional, além das guardas municipais de Vitória e Vila Velha, em áreas estratégicas.

O novo secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Coronel Alexandre Ramalho, e o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, acompanharam as ações nesta manhã. Um dos locais onde a ação foi desencadeada foi no entroncamento da Segunda Ponte, entre Vitória, Vila Velha e Cariacica, onde ônibus, motos e veículos foram abordados.

Em entrevista ao Bom Dia ES, da TV Gazeta, o chefe da PC no Estado informou que prisões já haviam ocorrido logo nas primeiras horas da operação. "Estamos realizando esta ação também no interior, de Norte a Sul e em cidades como Cachoeiro e Colatina. Já cumprimos com alguns mandados", disse Arruda.

Já o secretário de segurança pública salientou que a ação é mais um passo para coibir a ação de grupos criminosos no Espírito Santo. "Não adianta soltarem foguetes para avisar que estamos atuando. A polícia está nas comunidades e não vai deixar de atuar. Podem gastar todo o estoque de foguetes", salientou Ramalho, em referência aos constantes foguetórios ocorridos principalmente em algumas regiões da capital capixaba.

Operação Caim: ação integrada das polícias para prender assassinos no ES

Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES. Divulgação/SESP
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES
Operação Caim conta com ação integrada das polícias para prender assassinos no ES

OPERAÇÃO CAIM

A Operação Caim tem como principal objetivo direcionar esforços das unidades especializadas e do interior do Estado para a redução dos índices de criminalidade, principalmente o número de homicídios.

Ao todo cerca de 400 policiais civis se reuniram às 6h em locais estratégicos em todo o Estado, para início das buscas. Na Grande Vitória, a reunião foi na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica, de onde as equipes saíram para as diligências.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.