Empresária é presa suspeita de aplicar golpe em idosos em Pinheiros

De acordo com a Polícia Civil, a mulher de 34 anos é  proprietária de uma empresa de empréstimo consignado e após prestar o serviço aos idosos, utilizava os dados deles para realizar novos empréstimos sem o consentimento das vítimas

Linhares / Rede Gazeta
Publicado em 22/10/2020 às 18h35
Atualizado em 22/10/2020 às 20h28
A proprietária de uma empresa de empréstimo consignado em Pinheiros, no Norte do Espírito Santo, foi presa pela Polícia Civil nesta quarta-feira (21)
A proprietária de uma empresa de empréstimo consignado em Pinheiros, no Norte do Espírito Santo, foi presa pela Polícia Civil nesta quarta-feira (21). Crédito: Divulgação/Polícia Civil

A proprietária de uma empresa de empréstimo consignado em Pinheiros, no Norte do Espírito Santo, foi presa pela Polícia Civil nesta quarta-feira (21). A mulher de 34 anos é acusada de aplicar golpes em idosos que procuravam a empresa dela para realizar empréstimos consignados. O nome da empresária não foi divulgado pela polícia.

O delegado Leonardo Ávila de Paschoa explicou como o esquema funcionava. “Recebemos diversas denúncias relatando que a empresária fez empréstimo consignado para idosos, e, com os dados deles fazia novos empréstimos sem o consentimento das vítimas. Os empréstimos eram feitos com prestações de baixo valor para que as vítimas não percebessem o golpe”, explicou.

Durante as buscas, policiais civis receberam a informação de que a empresária estava com uma possível vítima seguindo ao encontro de um agente bancário para sacar certa quantia em dinheiro. A vítima não sabia que se tratava de um golpe.

Policiais civis e militares seguiram para as proximidades do estabelecimento bancário, no Centro de Pinheiros, onde passaram a monitorar toda a movimentação da empresária e da vítima.

Após sacar o dinheiro, a vítima foi até o carro da empresária e lhe entregou a quantia de R$ 2.120 em dinheiro, achando se tratar de um benefício do governo dado à empresária, conforme relatado por ela. Neste momento, os policiais efetuaram a prisão em flagrante da empresária e encontraram o valor sacado dentro do veículo.

“O extrato bancário da conta da vítima indicou que o valor sacado é proveniente de um empréstimo consignado realizado pela empresa da empresária e que a vítima nem sequer sabia de tal empréstimo em seu nome. As investigações revelam que a quantidade de idosos lesados com o golpe aplicado pela empresa da empresária é grande, e orientamos que procure a delegacia de Pinheiros para nos relatar o fato”, disse o delegado.

Na empresa da acusada os policiais apreenderam diversos contratos de empréstimo consignado, documentos e computadores que serão analisados para subsidiar as investigações em curso.

Todo o material e a empresária foram encaminhados para a Delegacia de Pinheiros, onde ela foi autuada em flagrante delito pelo crime de estelionato e encaminhada ao Centro de Detenção Provisória de São Mateus, onde aguardará audiência de custódia.

Pinheiros Polícia Civil crime ES Norte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.